Campus Fiocruz: Manguinhos-Maré no tempo presente

Fevereiro/2024

A partir do ano 2000, transformações espaciais ocorridas no território ocupado pela Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro, foram representativas para a história contemporânea da instituição e demonstraram seu protagonismo no cenário nacional da saúde. Estas mudanças são o foco do artigo Uma história em construção: Manguinhos-Maré no tempo presente, publicado no suplemento 2 do volume 30 (2023) da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos, que enfoca a relação entre território, memória e patrimônio no campus sede da Fiocruz.

Mapa das construções no campus Manguinhos-Maré de 2000 a 2020 (DPH/Fiocruz, com adaptação dos autores)

Os pesquisadores Renato da Gama-Rosa Costa e Renata Soares Costa Santos e o arquiteto Matheus Gonçalves Góes, todos do Departamento de Patrimônio Histórico da Fundação Oswaldo Cruz, conjugaram a análise de relatórios institucionais, da base digital cartográfica e de imagens aéreas para averiguar como se relacionam as transformações no uso dos territórios e a política institucional no contexto nacional, e também como demandas sociais impactaram a instituição, incluindo a pandemia.

Entre as construções do século XXI no campus da Fiocruz estão a sede da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (2004), o Pavilhão Joaquim Alberto Cardoso de Melo (2005), o Pavilhão Hélio e Peggy Pereira (2001-2008), o Centro Henrique Penna (2006), o Novo Almoxarifado Central e Prédio Administrativo de Bio-Manguinhos, denominado Centro Administrativo Vinícius Fonseca (2013-2016), o Centro de Documentação em História da Saúde, sede da Casa de Oswaldo Cruz (2018), o Complexo Hospitalar Covid-19 (2020), o Centro de Desenvolvimento Tecnológico em Saúde e as instalações do campus Maré (ambos em construção).

Leia na revista HCS-Manguinhos:

Uma história em construção: Manguinhos-Maré no tempo presente, artigo de Renato da Gama-Rosa Costa, Renata Soares Costa Santos e Matheus Gonçalves Góes (História, Ciências, Saúde – Manguinhos, v. 30, supl. 2, 2023)