Recent Posts

Nota de pesar – Fernanda Rebelo Pinto

A equipe da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos lamenta profundamente o falecimento de Fernanda Rebelo Pinto, professora do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Prof. Milton Santos, da Universidade Federal da Bahia.

Luta contra a Aids em filmes e debates na Fiocruz

A Fundação Oswaldo Cruz preparou uma programação especial de filmes, curtas metragens, debates e mesa redonda para registrar o Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado em 1º de dezembro. As atividades, gratuitas, começam em 14 de novembro, e serão realizadas na Biblioteca de Manguinhos, no campus da Fiocruz no Rio de Janeiro.

Democracia no Brasil está em risco, afirma o historiador James N. Green

O resultado das últimas eleições coloca em risco a democracia no Brasil. É o que afirma James Naylor Green, professor de História Moderna da América Latina e diretor da Iniciativa Brasil na Brown University, EUA. Em entrevista ao Blog de HCS-Manguinhos, Green analisa riscos para a saúde pública e as universidades e lança idéias sobre o futuro político do Brasil.

Peter Burke e a história do conhecimento no Brasil

Professor da Universidade de Cambridge e um dos maiores historiadores da atualidade, Burke publicou uma nota de pesquisa nesta edição de HCS-Manguinhos (vol.25 no.3, jul/set. 2018)

Tragédia no Museu Nacional é destaque da nova edição da HCS-Manguinhos

César Guerra Chevrand (COC/Fiocruz) O incêndio no Museu Nacional é o tema da capa e da Carta dos Editores da nova edição da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos. Disponível na íntegra no Portal Scielo, o número 3 do volume 25 (julho a setembro de 2018) do periódico científico da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) apresenta na seção...

A importância da pesquisa clínica ampliada para a saúde da população

O Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas (INI), no Rio de Janeiro, comemora seu centenário com um simpósio de 6 a 9 de novembro nos auditórios do Museu da Vida e do Pavilhão de Ensino do INI. Para apresentar o Instituto e falar da sua importância, convidamos a médica, pesquisadora e gestora Keyla Marzochi, que encabeçou a reestruturação do Instituto nos anos 1980, sob os impactos da epidemia de HIV/Aids.