Os percursos do parto nas políticas de saúde no Brasil por suas testemunhas

Em entrevista publicada em HCS-Manguinhos (v. 26, n.1, jan./mar. 2019), Marcos Augusto Bastos Dias e Maria do Carmo Leal discutem os percursos que colocaram o parto na pauta das políticas públicas brasileiras

Historiadora estuda a medicalização do parto através dos manuais de obstetrícia

A historiadora Lucia Regina de Azevedo Nicida estuda quais cuidados, procedimentos e indicações de intervenções aparecem nos manuais de obstetrícia publicados no Brasil entre 1980 e 2011

Casa de Parto David Capistrano Filho: educação e acolhimento

Entre 2005 e 2017, a fotografa Adriana Medeiros registrou o dia-a-dia do local em Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro

Exposição em homenagem a mulheres no campo da saúde é tema de artigo em HCS-Manguinhos

Inaugurada no Museu de História da Medicina do Rio Grande do Sul no dia 8 de março de 2008, “Mulheres e práticas de saúde” retrata a vida e o ofício de parteiras e médicas na atuação obstétrica

Artigo analisa embates científicos e morais sobre maternidade e parto no Boletim da LBA de 1945 a 1964

Bruno Sanches Mariante da Silva aponta a desqualificação das parteiras e comadres e a exaltação do discurso médico

Artigo discute o uso da ocitocina sintética para acelerar partos a partir da década de 1950

Pesquisadores fazem análise a partir de levantamento de dois periódicos brasileiros de obstetrícia da época

Parteiras e médicos concorriam por partos no Rio no fim do séc. XIX

Até os anos 1870, parteiras dominavam a arte de partejar na Corte, mas perderam espaço para médicos

A medicalização do parto em perspectiva sócio-histórica

Prazo para submissão de trabalhos para o número especial “A medicalização do parto em perspectiva sócio-histórica” é 30 de setembro de 2017

Ministério da Saúde lança protocolo com diretrizes para parto cesariana

Objetivo é diminuir o número de cesarianas desnecessárias, uma vez que o procedimento, quando não indicado corretamente, pode resultar em morte materna e infantil