Dia Mundial da Saúde Mental: OMS lança campanha para aumentar investimentos em ano de pandemia

OMS defende mais verbas para programas nacionais e internacionais. Cruz Vermelha divulga pesquisa que mostra sofrimento psicológico em metade das pessoas

Resíduo hospitalar: lado sombrio da assistência médica

Artigo de Iris Borowyi, professora na Shanghai University, China, mostra as mudanças na compreensão do problema desde a década de 1980

Papel do Brasil na OMS ganha destaque após críticas ao organismo internacional

No artigo “O Brasil e a Organização Mundial da Saúde, OMS“, publicado na atual edição da revista Ciência Hoje (Julho 2020, N 367), o historiador Marcos Cueto conta sobre a presença de brasileiros no órgão e reflete sobre o desafio de se manter esta participação ativa.

O médico brasileiro que foi diretor-geral da OMS por 20 anos

Em plena Guerra Fria, médico carioca Marcolino Gomes Candau foi o primeiro e único brasileiro a dirigir a organização. Ele permaneceu no cargo de diretor-geral da entidade por duas décadas. Artigo de Cristiane d’Avila para o Café História.

Desigualdade em saúde durante a pandemia: um grito por uma liderança global ética

Dezenas de instituições de saúde, ciência, educação e áreas relacionadas de diversos países, incluindo o Brasil, enviaram uma carta aberta às Nações Unidas pedindo a criação, na OMS, de uma força-tarefa multissetorial para a equidade global em saúde

Falta de água e saneamento deixa milhões de vidas em risco no mundo, diz OMS

Mais de 2 bilhões de pessoas enfrentam riscos graves à saúde porque serviços básicos de água não estão disponíveis em um em cada quatro hospitais no mundo, aponta relatório “Higiene, Saneamento e Água em Instalações de Assistência de Saúde, da OMS e Unicef. Saiba mais e veja o que HCS-Manguinhos já publicou sobre saneamento

Livro sobre a história da Organização Mundial de Saúde será lançado em maio de 2019

Obra foi escrita por Marcos Cueto (Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz), Theodore M. Brown (Universidade de Rochester) e Elizabeth Fee (in memoriam, National Library of Medicine)

Erradicar a malária: objetivo há 60 anos

Artigo em HCS-Manguinhos aborda o trabalho do Grupo de Controle e Erradicação da Malária, criado em 1958, no governo JK, sob a direção do malariologista Mário Pinotti

Halfdan T. Mahler (1923-2016)

Em 14 de dezembro faleceu uma das referências mais importantes da saúde pública global do século XX. O editor de HCS-Manguinhos Marcos Cueto tem fortes recordações de uma entrevista.

Cueto participa de seminário na USP sobre organismos internacionais de saúde no século XXI

Pesquisador dará uma perspectiva histórica e contemporânea e abordará o papel da OMS no início do século XXI