Pesquisas revelam que a história da saúde e da doença tem novos protagonistas

HCS-Manguinhos lança seção sobre a Covid-19 e faz mudanças editoriais em prol da ciência aberta

“Zika e Covid-19 são uma expressão forte das desigualdades que precisam ser enfrentadas no Brasil”

Mariana Albuquerque, pesquisadora da Ensp, observa que mulheres e crianças são, de novo, grupos mais vulneráveis

As vacinas e a gramática do fura-filas: sociedade e políticas públicas no Brasil pandêmico

Para o historiador Carlos Henrique Assunção Paiva, fenômeno expressaria uma conduta “socialmente aceita” de parte da sociedade brasileira

Ardentes trópicos

Em artigo publicado em HCS-Manguinhos, Ricardo Cabral de Freitas analisa como as febres afetavam a vida social no Brasil do início do século XIX

Covid-19, ano II

Um ano após a Organização Mundial de Saúde declarar emergência de saúde pública de preocupação internacional, pandemia atinge 100 milhões de pessoas e mata 2,1 milhões no mundo

A reinvencão da saúde pública chinesa após uma epidemia de coronavírus

HCS-Manguinhos publica resenha de Jonatan Sacramento e Maria Conceição da Costa para o livro Infectious change: reinventing Chinese public health after an epidemic, de Katherine A. Mason (Stanford University Press/2016)

Mal-estar psíquico na pandemia: aspectos socioculturais

No especial Covid-19 do site da Casa de Oswaldo Cruz, Ana Teresa A. Venancio, Cristiana Facchinetti e Flavio C. Edler entrevistam a antropóloga Jane Russo, do Instituto de Medicina Social da Universidade do Estado Rio de Janeiro, que reflete sobre a angústia frente à Covid-19

Pelos significados da vida

“O desafio é entender como as pessoas reagem ao medo da doença, à disseminação de informações falsas, como recebem e processam as informações, fazendo com que compartilhem ou não procedimentos considerados mais convenientes”, afirma Beatriz Teixeira Weber, professora da UFSM, no especial História e Coronavírus do Blog de HCS-Manguinhos.

“Quanto mais o isolamento social funcionar, mais parecerá desnecessário”

A frase que circulava nas redes sociais se concretizou em Minas Gerais, conta Anny Jackeline Torres Silveira, professora da UFOP e do Programa de Pós-Graduação em História da UFMG, no especial História e Coronavírus, do Blog de HCS-Manguinhos. De março até meados de maio, graças à rapidez na decisão pelo distanciamento social e à sua observação satisfatória pela população, a Covid seguia sob controle, mas a reabertura levou ao aumento dos casos.

As incertezas e perplexidades da racionalidade histórica em tempos de pandemia

“Precisamos, mais do que nunca, refletirmos sobre o nosso ofício e o nosso papel social nesse grande laboratório que é a vida”, afirma Sandro Dutra e Silva no especial História e Coronavírus, do Blog de HCS-Manguinhos.