Semana de Egiptologia no Museu Nacional terá participação de François Leclère, chefe da missão arqueológica de Tânis

Novembro/2014

Incentivar o diálogo entre pesquisadores da cultura egípcia e divulgar à sociedade o conhecimento sobre o Egito Antigo  são os objetivo da segunda edição da Semana de Egiptologia do Museu Nacional (SEMNA), que acontece de 2 a 5 de dezembro no Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro. Organizado pelo Laboratório de Egiptologia e o Programa de Pós-graduação em Arqueologia do Museu Nacional/UFRJ, o evento reunirá pesquisadores e estudantes brasileiros e estrangeiros em debates e conferências.

Detalhe do caixão da múmia Sha-Amun-em-Su, que integra a coleção do Museu Nacional. Foto de divulgação.

Detalhe do caixão da múmia Sha-Amun-em-Su, que integra a coleção do Museu Nacional. Foto de divulgação.

A primeira edição da SEMNA, em 2013, contou com mais de 500 inscritos. Para este ano estão programadas conferências de dois importantes egiptólogos franceses: Christiane Zivie-Coche, diretora da Seção de Ciências Religiosas da École Pratiques des Hautes Études (Sorbonne/Paris), diretora do Centro Wladimir Golenischeff e autora de vários livros e artigos de referência para o conhecimento da religião faraônica, e François Leclère, pesquisador da École Pratique des Hautes Études (Sorbonne/Paris), diretor da Missão Francesa de Escavações de Tânis (Egito) e membro do Centro Franco-Egípcio de Estudos dos Templos de Karnak. O evento contará, ainda, com conferência da egiptóloga María Violeta Pereyra, professora da Universidade de Buenos Aires, diretora da Missão Arqueológica Argentina em Luxor e responsável pelas escavações e restauração no complexo funerário de Neferhotep (Luxor/Egito).

O Museu Nacional foi a primeira instituição científica a divulgar a Egiptologia no país, realizando seminários antes mesmo da existência da UFRJ. O primeiro dia do evento, 2 de dezembro, coincide com data de aniversário daquele que pode ser considerado o primeiro egiptólogo brasileiro, D. Pedro II.

Semana_egito_MNCoincidentemente o nome do evento, SEMNA, remete à fortaleza construída na Antiguidade pelo faraó Senusret I, que governou na Núbia (região situada no vale do rio Nilo e que atualmente é partilhada pelo Egito e pelo Sudão) entre cerca de 1965 e 1920 a. C.

A II Semana de Egiptologia do Museu Nacional (SEMNA) acontece de 2 a 5 de dezembro no Auditório da Biblioteca do Museu Nacional/UFRJ, Horto Botânico, Quinta da Boa Vista, no bairro de São Cristóvão, Rio de Janeiro. Mais informações e programação em www.seshat.com.br/semna/semna-2014/.

Fonte: Museu Nacional/UFRJ

Leave a Reply