Saudade: vinte anos sem Mario Quintana

Maio/2014

Poeminho do Contra Todos esses que aí estão Atravancando meu caminho, Eles passarão… Eu passarinho!

No dia 5 de maio de 1994, um dos maiores poetas brasileiros nos deixava. Nesse próximo dia 5 de maio, a Casa de Cultura Mario Quintana relembra a presença daquele que emprestou seu nome à mais conhecida instituição cultural do Estado. A exposição “Saudade: 20 anos sem Mario Quintana” reúne uma seleção de poemas, fotos, manuscritos e textos, alguns deles publicados no antigo Caderno H do jornal Correio do Povo. A mostra proporciona o contato com imagens e excertos consagrados da obra do poeta e, também, com documentos menos conhecidos, que são testemunho de momentos característicos do cotidiano simples de Quintana, notabilizado por suas caminhadas pela Rua da Praia.
Mario Quintana - Foto de Liane Neves cedida para a Associação dos Amigos da Casa de Cultura Mario Quintana

Mario Quintana. Foto de Liane Neves cedida para a Associação dos Amigos da Casa de Cultura Mario Quintana (www.facebook.com/AACCMQ/)

Além de relembrar o grande poeta, a exposição expõe parte do legado que permanece na Casa de Cultura, incluindo, é claro, alguns de seus belos poemas. O Acervo Mario Quintana, sob a gestão da CCMQ, é constituído por mais de 400 documentos, entre fotografias, caricaturas, manuscritos e outros. Essa coleção passa atualmente por um processo de inventário e digitalização, procedimentos realizados pelo Núcleo de Acervo e Memória da Casa de Cultura, para ser posteriormente disponibilizada ao público. “SAUDADE: 20 anos sem Mario Quintana” estará com seus “Quintanares” na Sala Radamés Gnattali, no 4º andar da Casa de Cultura Mario Quintana, no período de 5 de maio até 30 de julho, data de aniversário do poeta. ITINERÁRIO INTERATIVO – A partir das 19 horas, o público está convidado a participar da atividade Nas asas do poeta – Itinerário interativo. Trata-se de um itinerário interativo no qual os participantes são convidados a realizar pequenas ações em homenagem ao poeta até chegar à abertura da Exposição Saudade: 20 anos sem Mario Quintana, mediado pela arte educadora Cristiane Cubas e com a leitura de poemas da atriz Deborah Finocchiaro. O ponto de encontro é a Travessa dos Cataventos e o itinerário inicia no térreo, percorre o Mezanino em direção ao quarto do poeta e finalmente sobe até o quarto andar, local da exposição. No primeiro andar, terá uma ação com origamis. No segundo andar, varal de poemas e vídeo, e no Quarto do poeta, condução de escrita de pequeno verso que entrará para o acervo da CCMQ. A Casa de Cultura Mario Quintana fica no antigo Hotel Majestic, onde Quintana morou de 1968 a 1980. Em 1983 o prédio foi arrolado como patrimônio histórico e transformado em Casa de Cultura. Fonte e mais informações: http://www.ccmq.com.br/2014/05/saudade-20-anos-sem-mario-quintana/ Alguns poemas de Mario Quintana: http://www.revistabula.com/2329-os-10-melhores-poemas-de-mario-quintana/ Destacamos aqui três artigos da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos que têm relação com literatura: Frankenstein, de Mary Shelley, e Drácula, de Bram Stoker: gênero e ciência na literatura, de Lucia de La Rocque e Luiz Antonio Teixeira, mar.-jun. 2001. A vida inteira que podia ter sido e que não foi: trajetória de um poeta tísico, de Ângela Pôrto, nov. 1999-fev. 2000. Tradição, memória e arquivo da brasilidade: sobre o inconsciente em Mário de Andrade, de Joel Birman, jan.-mar. 2009. Boa leitura!  

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *