Programa de saúde: um livro censurado pela ditadura militar brasileira

Dezembro/2018

Nestes 50 anos do AI5, destacamos  o artigo O livro Programa de saúde: um caso de censura durante a ditadura militar brasileira, de Sandra Reimão (HCS-Manguinhos, vol.20, supl.1, nov. 2013). O artigo discute o indicativo de veto a Programa de saúde: projetos e temas de higiene e saúde, obra didática de Lídia Rosenberg Aratangy, Silvio de Almeida Toledo Filho e Oswaldo Frota-Pessoa que propunha ações para que os alunos buscassem conhecer suas realidades sanitárias e pudessem adquirir conhecimentos e comportamentos saudáveis nessa área. O argumento para o veto era que a informação poderia cair em mãos de professores mal preparados que a deturpariam, e isso poderia causar sérios problemas à juventude brasileira. “Nesse parecer vemos, por parte do Departamento de Censura e Diversões Públicas, uma postura obscurantista e elitista que procurava evitar a circulação da informação e cercear o debate”, afirma a autora, professora da Escola de Artes, Ciências e Humanidades da Universidade de São Paulo.

Capa do livro Programa de saúde

Leia em História, Ciências, Saúde – Manguinhos: O livro Programa de saúde: um caso de censura durante a ditadura militar brasileira Artigo de Sandra Reimão (vol.20, supl.1, nov. 2013)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *