O Trabalho no Mundo Contemporâneo: fundamentos e desafios para a saúde

Setembro/2013

A Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio da Fundação Oswaldo Cruz (EPSJV/Fiocruz), vem se propondo o desafio de produzir conhecimento na interface trabalho, educação e saúde. Nessa perspectiva, estamos organizando o Seminário “O Trabalho no Mundo Contemporâneo: fundamentos e desafios para a saúde”, nos dias 17, 18 e 19 de setembro de 2013, no Auditório Joaquim Alberto Cardoso de Melo (EPSJV/Fiocruz). O seminário dá continuidade aos seminários anteriores: Fundamentos da “Educação Escolar no Brasil Contemporâneo”, realizado em 2006, e “Estado, Sociedade e Formação Profissional em Saúde: contradições e desafios em 20 anos de SUS”, realizado em 2008.

Neste seminário, enfrentaremos os temas das transformações no mundo do trabalho; precarização do trabalho na saúde; saúde do trabalhador; organização dos trabalhadores da saúde; o trabalho e a educação profissional em saúde; entre outros.

Esperamos que este seja um momento fértil para a reflexão e o aprofundamento do conhecimento na área do trabalho, que possa subsidiar nossas atividades de ensino, pesquisa e cooperação no campo da educação profissional em saúde.

Os dez palestrantes convidados são professores, pesquisadores e trabalhadores reconhecidos por sua atuação na área, e estão distribuídos em cinco mesas (ver programação). Serão autores de dez artigos que comporão a coletânea intitulada: “O Trabalho no Mundo Contemporâneo: fundamentos e desafios para a saúde”, com lançamento previsto para o final deste ano.

Os debates e a síntese do seminário serão editados e comporão uma segunda publicação, nos moldes dos Cadernos de Debates dos seminários anteriores.

Lembramos que o evento é aberto a todos os interessados em discutir a temática do trabalho e da educação profissional em saúde.

As inscrições poderão ser feitas no site ou durante a realização do seminário, caso haja vagas.

Visite o site do evento

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *