Livros da Editora Fiocruz sobre políticas de saúde pública são finalistas em prêmios

 

Outubro/2017

Os livros da Editora Fiocruz Amamentação e Políticas para a Infância no Brasil: a atuação de Fernandes Figueira (1902-1928), organizado pela pesquisadora da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz Gisele Sanglard, e Brasil Saúde Amanhã : população, economia e gestão, organizado por Paulo Gadelha, José Carvalho de Noronha, Sulamis Dain e Telma Ruth Pereira, são finalistas do Prêmio Abeu 2017, na categoria Ciências da Vida. Iniciativa da Associação Brasileira das Editoras Universitárias, o prêmio visa a distinguir, anualmente, as melhores edições universitárias no âmbito do conhecimento científico e acadêmico, bem como a realçar o projeto gráfico mais acurado. Mais informações e finalistas em premioabeu.com.br.

Brasil Saúde Amanhã também está dentre os finalistas do 59º Prêmio Jabuti (2017), na categoria Economia, Administração, Negócios, Turismo, Hotelaria e Lazer. Criado em 1958 e outorgado anualmente pela Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Jabuti é o mais tradicional e prestigiado prêmio literário no Brasil. Confira os finalistas e respectivas categorias em premiojabuti.com.br/apuracao.

Leia em HCS-Manguinhos:

Quando os paradigmas mudam na saúde pública: o que muda na história?, artigo de Guilherme Arantes Mello  (v. 24, n. 2, abr./jun. 2017)

Perigosas amas de leite: aleitamento materno, ciência e escravidão em A Mãi de Familia, artigo de Karoline Carula (vol.19, supl.1, dez. 2012)

‘Amas mercenárias’: o discurso dos doutores em medicina e os retratos de amas – Brasil, segunda metade do século XIX, artigo de Sandra Sofia Machado Koutsoukos (vol.16, no.2, jun 2009)

 

Leave a Reply