Livro conta a saga de cientistas brasileiros por um medicamento original contra o câncer

Agosto/2016

capa_molecula_magicaDurante 25 anos, o médico Odilon da Silva Nunes trabalhou sozinho em seu laboratório particular em Birigui, noroeste paulista, com base em sua própria hipótese sobre a origem das células tumorais. Autofinanciado, ele preparou milhares de substâncias por meio da fermentação de fungos e as testou em camundongos com linhagens específicas de tumores até encontrar a que apresentava o efeito desejado.

Desde 1985, por meio de uma rede de pesquisa articulada por seu filho, o advogado Iseu da Silva Nunes, pesquisadores de universidades do Brasil e de outros países continuaram o trabalho iniciado pelo médico e definiram as propriedades químicas e biológicas do fármaco hoje conhecido como P-Mapa (abreviação de agregado polimérico de fosfolinoleato-palmitoleato de magnésio e amônio proteico). A substância mostrou-se capaz de ativar as defesas do organismo, habilitando-o a combater tumores, vírus, bactérias e protozoários, como detalhado em vários artigos científicos.

A Molécula Mágica é um relato jornalístico sobre essa história. Com base em 75 entrevistas, artigos científicos e documentos inéditos, o jornalista científico e pesquisador em história da ciência Carlos Henrique Fioravanti descreve o trabalho solitário do médico em seu laboratório em Birigui, as alianças com pesquisadores acadêmicos, as tensões do mundo interno da ciência e a engenhosidade de um grupo de cientistas ao longo do desenvolvimento de um medicamento original no Brasil.

Depois de resultados positivos em experimentos em modelos animais e estudos iniciais em seres humanos, o P-Mapa encontra-se em fase final de desenvolvimento, pronto para ser submetido aos testes clínicos formais de avaliação de sua eficácia. Seu mecanismo de ação, apresentado em um seminário internacional realizado em junho de 2016 em São Paulo (http://revistapesquisa.fapesp.br/2016/06/10/apresentado-mecanismo-de-acao-do-farmaco-p-mapa/) e detalhado em um artigo publicado em julho (http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27389279), esclareceu e integrou seus efeitos contra câncer e doenças infecciosas, verificados desde a década de 1980.

Apresentação completa em https://www.researchgate.net/publication/298628080_Apresentacao_de_A_Molecula_Magica.

O Autor

Formado em Jornalismo pela Universidade de São Paulo, Carlos Henrique Fioravanti escreve sobre ciência para jornais e revistas do Brasil, Estados Unidos e Inglaterra desde 1985. Fellow do Reuters Institute for the Study of Journalism da Universidade de Oxford (2007), com doutorado em política científica e tecnológica pela Universidade Estadual de Campinas (2010), recebeu cinco vezes o Prêmio de Reportagem sobre a Biodiversidade da Mata Atlântica e o Stop TB Partnership Award for Excellence in Reporting on Tuberculosis (2009).

FICHA TÉCNICA
A Molécula Mágica – A luta de cientistas brasileiros por um medicamento contra o câncer, livro de Carlos Henrique Fioravanti, com projeto gráfico de Hélio de Almeida, Apresentação (abas da capa) de Prof. José Américo de Oliveira (Unesp) e Prefácio de Prof. Esper Cavalheiro (Unifesp).
http://www.amoleculamagica.com/

Leia em HCSM:

– Artigo discute a persistência do câncer de colo de útero no Brasil

– A plenos pulmões

– Câncer: estudos sobre mitos, crenças e comportamentos permitem aprimorar intervenções

– História do Câncer – atores, cenários e políticas públicas
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *