Jornada da Pós em História das Ciências e da Saúde da COC/Fiocruz vai até sexta, 23/10

Outubro/2015

jornada_COC2015Começou nesta segunda-feira, 19/10, e vai até sexta, 23/10, a 3ª Jornada de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz. Bianual, a jornada pretende ampliar o intercâmbio acadêmico e o debate intelectual entre alunos e professores que desenvolvem pesquisas relacionadas às temáticas da história das ciências e da saúde. Haverá uma premiação para os melhores trabalhos das categorias Mestrado e Doutorado, escolhidos pela Comissão Científica da 3ª Jornada.

Os textos completos da conferência de abertura e das 18 mesas temáticas serão publicados como Anais Eletrônicos, com ISBN, no site da Jornada.

Confira a programação:

3ª Jornada de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde
(Rio de Janeiro, 19 a 23 de outubro de 2015) 

SEGUNDA-FEIRA, 19 DE OUTUBRO
9:30hs – Mesa de abertura                                                                                 
Nísia Trindade Lima (Vice-presidente de Ensino, Informação e Comunicação da Fiocruz)
Maria Cristina Rodrigues Guilam (Coordenação Geral de Pós-Graduação da Fiocruz)
Paulo Elian (Diretor da Casa de Oswaldo Cruz)
Magali Romero Sá (Vice-diretora de Pesquisa, Educação e Divulgação Científica da Casa de Oswaldo Cruz)
Robert Wegner (Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz)
10:00hs Coffee-break                                                                                                                          
10:30hs Conferência de Abertura
“Em algum lugar do passado- cultura e história na cidade do Rio de Janeiro”-   Conferencista: Antonio Edmilson Rodrigues (PUC-Rio)
12:00 – 14:00 – Almoço
14:00hs
Mesa Temática 1 – sala 401
Saúde e Estado no Brasil: ideias, políticas e profissões I
Coordenador: Carlos Henrique Paiva (PPGHCS/COC)
Debatedor: Maria Letícia Galluzzi Bizzo Marques (Instituto de Nutrição Josué de Castro/UFRJ)
1) A desqualificação da optometria nos jornais paulistanos
João Marcos Barbosa Marinho (Mestrado – PPGHCS)
2) A fiscalização dos gêneros alimentícios no debate da reorganização dos serviços sanitários do Império de 1886.
Mariana da Hora Alves (Mestrado – PPGHCS)
3) A reforma sanitária no Brasil e a criação do SUS: um estudo do jornal Proposta – o Jornal da Reforma Sanitária (1987-1994).
Otto Santos (Mestrado – PPGHCS)
4) As redes aquosas dos médicos do rio Iaco: política e saúde no Território Federal do Acre (1904-1915).
André Vasques Vital (Doutorado – PPGHCS)
5) Filial do Instituto Oswaldo Cruz: ações de combate às doenças no Maranhão – sertão (1919-1923)
Mariza Pinheiro Bezerra (Doutorado – PPGHCS)
Mesa Temática 2 – sala 402
Trajetórias intelectuais: percursos profissionais e histórias de vida
Coordenadora: Nara Azevedo (PPGHCS/COC)
Debatedor: Alex Gonçalves Varela (Depto. de História/UERJ)
1) Carlos Eboli e a hidroterapia em Nova Friburgo nas décadas de 1870 e 1880.
Anne Thereza de Almeida Proença (Mestrado – PPGHCS)
2) O projeto médico-intelectual de Henrique Roxo na rede psiquiátrica científica e assistencial do Distrito Federal: 1921-1946.
Cátia Maria Mathias (Mestrado – PPGHCS)
3) O “cientista do povo”: Gastão Pereira da Silva e a psicanálise na revista O Malho.
Sérgio Ribeiro de Almeida Marcondes (Mestrado – PPGHCS)
4) Um antropólogo em formação: uma análise da trajetória de Darcy Ribeiro (1947-1956)
Carolina Arouca Gomes de Brito (Doutorado – PPGHCS)
5) Mulheres, carreiras e institucionalização científica: as pesquisadoras do Instituto Oswaldo Cruz (Rio de Janeiro, 1938-1968).
Lia Gomes Pinto de Sousa (Doutorado – PPGHCS)
6) O Governo Militar e a Ciência: contradições e paradoxos do regime.
Daniel Elian (Mestrado – PPGHCS)
7) Psicanálise ou a “psicologia” de Antônio Austregésilo (1876-1960) em livros para “os que padecem dos sentimentos”.
Janis Alessandra Pereira Cassília (Doutorado – PPGHCS)

TERÇA-FEIRA, 20 DE OUTUBRO
09:30hs
Mesa Temática 3 – sala 401
História, ciência e natureza
Coordenadora: Kaori Kodama (PPGHCS/COC)
Debatedora: Begonha Bediaga (Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro)
1) Conservacionismo, turismo e pesquisa científica: experiência do Parque Nacional de Itatiaia na direção de Wanderbilt  Duarte de Barros (1943-1957).
Júlia Lima Gorges (Mestrado – PPGHCS)
2) “Esse bípede miserável”: a crítica ambiental de Paul Marcoy em sua viagem ao Amazonas (1847).
Diego Ramon Silva Machado (Doutorado – PPGHCS)
3) A Estação Biológica de Itatiaia e a criação do primeiro parque nacional brasileiro.
Ingrid Fonseca Casazza (Doutorado – PPGHCS)
4) Coletando imagens: os desenhos na produção científica do naturalista Friedrich Sellow (1789-1831);
Miriam Junghans (Doutorado – PPGHCS)
5) Ciência & História Natural no Brasil oitocentista; para além do regime de oposição.
Eduardo Henrique Barbosa de Vasconcelos (Doutorado – HCTE/UFRJ)
6) O Conselho Florestal Federal; um parecer de sua configuração institucional (1934-1967)
Filipe Oliveira da Silva (Mestrado – PPGH/UFF)
Mesa Temática 4 – sala 402
Espaços de ciência no Brasil I
Coordenador: André Felipe Cândido da Silva (PPGHCS/COC)
Debatedora: Christina Helena da Motta Barbosa (MAST)
1) De alienistas a psiquiatras: a formação de um novo perfil médico.
Ede Conceição Bispo Cerqueira (Doutorado – PPGHCS)
2) Atuação da SBPC na Subcomissão da Ciência e Tecnologia e da Comunicação de 1987.
Katherine Nunes de Azevedo (Mestrado – PPGHCS)
3) Agricultura e meio ambiente nas pesquisas da EMBRAPA Amazônia Oriental.
Vanessa Pereira da Silva e Mello (Doutorado – PPGHCS)
4) José Reis e a sua contribuição na divulgação da ciência brasileira no Grupo Folha (1947 a 1963).
Mariana Mello Burlamaqui (Doutorado – HCTE/UFRJ)
14:00hs
Mesa Temática 5 – sala 401
História da loucura e dos saberes PsiI
Coordenador: Flávio Coelho Edler (PPGHCS/COC)
Debatedora: Renata Prudêncio da Silva (historiadora)
1) A institucionalização de meninos infratores nas primeiras décadas do século XX: o discurso intelectual.
Carolini Cássia Cunha (Doutorado – Programa de Pós-graduação em Psicologia/UFRJ)
2) História, psiquiatria e literatura: breve revisão bibliográfica.
Roberto Cesar Silva de Azevedo (Doutorado – PPGHCS)
3)Sob o signo da curatela: as relações entre família, justiça e medicina em torno dos processos de interdição por diagnósticos de doenças mentais.
Luciana Cristina de Campos Barbosa (Mestrado – PPGAS/UFScar)
4) O alienismo na primeira metade do século XIX. Um estudo sobre a sua institucionalização nos artigos produzidos nos periódicos no Rio de Janeiro.
Pedro Henrique Ferreira Danese Oliveira (Mestrado – PPGHCS)
Mesa Temática 6 – sala 402
Espaços de ciência no Brasil II
Coordenadora: Maria Rachel de G. Fróes da Fonseca (PPGHCS/COC)
Debatedora: Alda Heizer (Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro)
1) A ciência brasileira no século XIX; interfaces com a expedição de Louis Agassiz ao Brasil (1865-1866)
Anderson Pereira Antunes (Doutorado – PPGHCS)
2) O Hospício de Pedro II e suas hierarquias profissionais.
Daniele Corrêa Ribeiro (Doutorado – PPGHCS)
3) Cancerologia e controle de câncer no Ceará:  a prática médica como uma agenda de grupo (1940-1960).
Luiz Alves de Araújo Neto (Mestrado – PPGHCS)
4) Os mapas propagandísticos da Comissão Rondon (1907-1930)
Maria Gabriela de Almeida Bernardino (Doutorado – PPGHCS)

QUARTA-FEIRA, 21 DE OUTUBRO
09:30hs
Mesa Temática 7 – sala 401
Saúde e Estado no Brasil: ideias, políticas e profissões II
Coordenador: Rômulo de Paula Andrade (DEPES/COC)
Debatedor: Rodrigo César da Silva Magalhães (Colégio Pedro II)
1) História da Cardiologia no Brasil: a doença arterial coronariana como questão médica e social (1943-1958)
Rodrigo Otávio Paim de Souza (Mestrado – PPGHCS)
2) História Oral e investigação histórica sobre participação social em saúde: breves considerações.
André Luiz da Silva Lima (Doutorado – PPGHCS)
3) Os periódicos psiquiátricos brasileiros nas décadas de 1960-1970: academia, assistência e corporação.
André Luiz de Carvalho Braga (Doutorado – PPGHCS)
4) Médicos e suas relações com o sistema de saúde: reflexões sobre o modelo inglês, americano e brasileiro.
Nittina Anna Araújo Bianchi Botaro (Doutorado – UFJF)
5) A representação social da AIDS no século XXI
Lissandra Queiroga Ramos (Mestrado – PPGHCS)
Mesa Temática 8 – sala 402
História das terapêuticas e das práticas de cura
Coordenadora: Tânia Salgado Pimenta (PPGHCS/COC)
Debatedor:  Julio César Medeiros da Silva Pereira (Instituto de Pesquisa e Memória Pretos Novos)
1) Os remédios e as curas que circulavam no Mato Grosso, em Minas Gerais, na Bahia e em Angola, final do século XVIII e princípios do XIX.
Fernanda Ribeiro Rocha Fagundes (Mestrado – PPGHCS)
2) A prática das parteiras diplomadas no Rio de Janeiro (1822-1878).
Giselle Machado Barbosa (Mestrado – PPGHCS)
3) Doenças de Deus.
Lucas Lolli Vieira (Mestre pelo PPGHCS – egresso)
4) Entre cenários insalubres: notas sobre epidemias na Amazônia portuguesa.
Benedito Carlos Costa Barbosa (Doutorado – PPGHCS)
5) Cirurgiões militares e Camaristas em Minas Gerais Colonial.
Evandro Carlos Guilhon de Castro (Mestrado – PPGHCS)
6) Relações entre práticas de cura e cultura popular nos manuais de medicina do século XVIII: uma análise histórica dos Manuais de Luís Gomes Ferreira (1735), João Cardoso de Miranda (1747) e José Antônio Mendes (1770)
Isaac Facchini Badinelli (Mestrado – PPGH/UFSC)
7) “Em louvor de Deus e da Virgem Maria”: as benzeduras enquanto práticas populares de cura entre portugueses e brasileiros no início do século XX.
Diádiney Helena de Almeida (Doutorado – PPGHCS)
14:00hs
Mesa Temática 9 – sala 401
História da assistência no Brasil
Coordenadora: Gisele Sanglard (PPGHCS/COC)
Debatedor: Renato Júnio Franco (Programa de Pós-Graduação em História/UFF)
1) Composição social dos vicentinos: o Conselho Particular da Sociedade São Vicente de Paulo de Ubá (1895-1930).
Ana Paula Magno Pinto (Doutorado – PPGHCS)
2) Um olhar sobre a Hespanhola: possibilidades de pesquisa no Hospital de Caridade de Santa Maria/RS.
Daiane Silveira Rossi (Doutorado – PPGHCS)
3) Casas de saúde na Corte Imperial: um estudo a partir dos anúncios publicados no Almanak Laemmert (1844-1889).
Elizabete Vianna Delamarque (Doutorado – PPGHCS)
4) O Instituto de Puericultura da Universidade do Brasil e a popularização da higiene infantil, 1937-1954.
Lidiane Monteiro Ribeiro (Doutorado – PPGHCS)
5) Conceitos norteadores para compreensão da discussão sobre desajustamentos e ordenamento no Serviço Social.
Leandro Rocha da Silva (Mestrado – PPGHCS)
6) O Congresso Nacional de Assistência Pública e Privada de 1908 e a institucionalização da assistência social.
Mary Paixão Maçanti (Mestrado – PPGHCS)
Mesa Temática 10 – sala 402
Pensamento social, raça e nação I
Coordenadora: Tamara Rangel Vieira (PPGHCS/COC)
Debatedora: Alejandra Josiowicz (Pós-doutoranda PPGHCS/COC)
1) Os artigos do sociólogo Hiroshi Saito na revista Sociologia (1947-1960)
Aline de Sá Cotrim (Mestrado – PPGHCS)
2) Intelectuais e a divulgação da ciência em magazines cariocas: análise das revistas Kósmos, Renascença e Século XX (1904-1909).
Josiane Silva de Alcântara (Mestrado – PPGHCS)
3) Raça e Psicologia das Multidões em Nina Rodrigues.
Filipe Pinto Monteiro (Doutorado – PPGHCS)
4) “Povo enfermo”: as “psicologias das raças” e seus efeitos sobre o destino da Bolívia nos escritos de Alcides Arguedas.
Regiane Cristina Gouveia (Doutorado – PPGHCS)
5) La Raza Cosmica e o modernismo verde-amarelo: confluências e contradições dos discursos sobre a mestiçagem nos anos 1920.
Lorena Ribeiro Zem El-Dine (Doutorado – PPGHCS)

QUINTA-FEIRA, 22 DE OUTUBRO
09:30hs
Mesa Temática 11 – sala 401
Conhecimentos e práticas médicas no Brasil
Coordenadora: Dilene Raimundo do Nascimento (PPGHCS/COC)
Debatedora: Marta de Almeida (MAST)
1) As estatísticas de saúde na década de 1840: da ausência de quantificação ao debate sobre sua necessidade.
Júlio Cesar Paixão Santos (Doutorado – PPGHCS)
2) O ofício médico no Rio de Janeiro (1840-1889).
Rodrigo Aragão Dantas (Doutorado – PPGHCS)
3) A “citologia vence o câncer”: a expansão das ações para o controle do câncer do colo do útero no Brasil e a formação de citotécnicos.
Rosana Soares de Lima Temperini (Doutorado – PPGHCS)
4) O saber médico e a saúde dos escravos nas instituições da Corte Imperial.
Rita de Kasia Andrade Amaral (Especialização em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde/COC)
5) É que a vontade pode resistir a onipotência homônica – diálogos entre Medicina Legal e Endocrinologia (1931-1951).
Rodrigo Ramos Lima (Mestrado – PPGHCS)
Mesa Temática 12 – sala 402
Gênero, medicina e doenças
Coordenadora: Ana Teresa Acatauassú Venâncio
Debatedora: Tânia Maria de Almeida Silva (Faculdade de Enfermagem/UERJ)
1) Gênero, etnia e política: o caso Genny Gleiser (1933-1935).
Ana Carolina da Cunha Borges Antão (Mestrado – PPGHCS)
2) “Por que eu?”: a perspectiva autobiográfica na experiência do adoecimento por AIDS.
Eliza da Silva Vianna (Doutorado – PPGHCS)
3) Leucotomia no Brasil: um estudo de caso (1944-1959).
Eliza Teixeira de Toledo (Doutorado – PPGHCS)
4) “A culpa terrível” ou sobre “dramas íntimos” no Méier: crime passional, psiquiatria e Justiça Penal no Rio de Janeiro (1926-1933).
Allister Andrew Teixeira Dias (Doutorado – PPGHCS)
5) Violência contra a mulher: trajetória do Centro de Referência das Mulheres da maré Caminha Rosa (2000-2013).
Larissa Velasquez de Souza (Mestrado – PPGHCS)
6) “Todas temem perder a mama”: o câncer de mama feminino na imprensa cearense, 1980.
Thayane Lopes Oliveira (Mestrado – PPGHCS)
14:00hs
Mesa Temática 13 – sala 401
Pensamento social, raça e nação II
Coordenador: Marcos Chor Maio (PPGHCS/COC)
Debatedor: Antonio da Silveira Brasil Junior (Depto. de Sociologia/UFRJ)
1) “Raças podem ser misturadas, Nacionalidades não”: a interpretação jurídica e científica da imigração japonesa em Julio de Revorêdo.
Leonardo Dallacqua de Carvalho (Doutorado – PPGHCS)
2) Criminologia, Eugenia e Biodeterminismos: diálogos do campo médico e jurídico no Brasil da década de 1940.
Gerson Pietta (Mestrado – UNICENTRO)
3) Anthony Leeds e as favelas: apontamentos e questões para a pesquisa.
Rachel de Almeida Viana (Doutorado – PPGHCS)
4) Americanismo, primitivismo e infância na literatura de Monteiro Lobato.
Goshai Daian Loureiro (Doutorado – PPGHCS)
5) Ciências sociais em perspectiva transnacional: sociologia e mudança social nas visões de T. Lynn Smith e José Arthur Rios (1940-1950).
Thiago da Costa Lopes (Doutorado – PPGHCS)
Mesa Temática 14 – sala 402
História da Loucura e dos Saberes Psi  II
Coordenadora: Tania Maria Dias Fernandes (PPGHCS/COC)
Debatedora: Monique de Siqueira Gonçalves (Depto. de História/UERJ)
1) Um modelo, várias trajetórias: a institucionalização da assistência à saúde mental em Mato Grosso (1931-1957).
Rachel Tegón de Pinho (Doutorado – PPGHCS)
2) “Congregar, defender e amparar a classe médica”: a experiência da Associação Médica do Paraná na década de 1930.
Renilson Beraldo (Mestrado – PPGHCS)
3) “Cheio de mistério e cercado de mistérios”: Lima Barreto (1881-1922), psiquiatras, hospício, e o diagnóstico de alcoolismo.
Marianne Azevedo Bulhões (Mestrado – PPGHCS)

SEXTA-FEIRA, 23 DE OUTUBRO
09:30hs
Mesa Temática 15 – sala 401
Ciências, saúde, circulação e recepção de ideias no Brasil
Coordenador: Luiz Otávio Ferreira (PPGHCS/COC)
Debatedora: Josiane Roza de Oliveira (Museu de Saúde Pública Emílio Ribas, do Instituto Butantan)
1) Uma doença salutar? A apropriação da malarioterapia pelos psiquiatras do Rio de Janeiro (1924-1956).
Giulia Engel Accorsi (Mestre pelo PPGHCS – egresso)
2) Periódicos e Evolucionismo: o Boletim do Museu Paraense do “período Goeldi” (1884-1907).
Igor Nazareno da Conceição Corrêa (Mestrado – PPGHCS)
3) Uma doença americana? Circulação de saberes e controvérsias científicas sobre as leishmanioses no continente sul-americano (1909-1927).
Denis Guedes Jogas Junior (Doutorado – PPGHCS)
4) O A. Gambie como efeito demonstração: entomologia médica, saúde global e filantropia (1930-1940).
Gabriel Lopes Anaya (Doutorado – PPGHCS)
5) Tripanossomiase em Manguinhos: um estudo dos “males” do Brasil.
Renata Soares da Costa Santos (Doutorado – PPGHCS)
6) Biologizando a raça: Cunha Lopes e a recepção da psiquiatria genética de Munique (Rio de Janeiro, 1930-1939).
Pedro Felipe Neves de Muñoz (Doutorado – PPGHCS)
7) A fotografia como ferramenta de produção de conhecimento científico.
Maria Cecília Neves de Azevedo (Mestrado – PPGHCS)
14:00hs
Mesa Temática 16 – sala 401
Educação, Saúde, Patrimônio e sociedade
Coordenadora: Dominichi Miranda de Sá (PPGHCS/COC)
Debatedora: Sônia de Oliveira Camara Rangel (Programa de Pós-Graduação em Educação/UERJ)
1) A medicina e a escola: as discussões de médicos e odontólogos nos Grupos Centrais em Juiz de Fora (1907-1929).
Anderson José de Almeida Narciso (Mestrado – PPGHCS)
2) A educação para os trabalhadores do Brasil: populismo e sua resposta à questão social.
Stephanie de Sousa Albuquerque (Mestrado – PPGHCS)
3) O Teacher´s College de Columbia e a psicologia escolar no Brasil.
Ana Cristina Santos Matos Rocha (Doutorado – PPGHCS)
4) Teorias de restauração e o conceito de ruínas: o exemplo da Casa Fazenda São Bernardino.
Daniele Cristina Liberato de Oliveira (Especialização em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde/COC)
5) A Ciência e seu potencial transformador: COOTRAM, uma estratégia da Fiocruz.
Vanêssa Alves Pinheiro (Mestrado – PPGHCS)
16:00hs
Entrega de prêmios aos melhores trabalhos da 3ª Jornada.
Coquetel de encerramento.

Promoção:

Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde / Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz)

Local:

Fundação Oswaldo Cruz – Av.Brasil, 4.036 – 4º andar – Manguinhos – RJ.

Mais informações:
www.jornadappghcs.coc.fiocruz.br

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *