Jaime Benchimol comenta sua experiência na Wellcome Library

Janeiro/2018

A Wellcome Collection, na Euston Road, em Londres, oferece uma ampla gama de documentos e imagens sobre a história da medicina e da ciência no Brasil, reunindo conteúdo sobre medicina tropical e doenças negligenciadas, como leishmaniose na região amazônica, esquistossomose, febre amarela e malária. Os arquivos também contêm material sobre planejamento familiar, as histórias de farmácia e medicina veterinária, botânica e missões de exploração.

Pesquisadores brasileiros interessados em usar a coleção podem se candidatar até 1º de maio de 2018 às bolsas do Consórcio de História da Ciência, Tecnologia e Medicina e contar com o apoio do Wellcome Trust.  Veja como se inscrever, leia entrevista em inglês com a equipe da Wellcome Collection e siga adiante com o relato do historiador Jaime Benchimol sobre a Wellcome Library.

“Um dos lugares mais agradáveis que conheço para se pesquisar a história da medicina e das ciências da vida”

Jaime Benchimol | Especial para o Blog de HCS-Manguinhos

O prédio da Wellcome Collection em Londres

Estive em Londres em dezembro passado, por uma semana, para fazer pesquisa na Wellcome Library. Eu já havia estado lá antes a levantar materiais sobre a história da febre amarela. Dessa vez meu interesse era a história das leishmanioses, meu atual objeto de estudo. No começo dos anos 1960, a Wellcome Trust financiou a criação de um laboratório de parasitologia no Instituto Evandro Chagas, em Belém, cujos integrantes foram responsáveis por importantes inovações na compreensão da chamada Leishmaniose Tegumentar Americana.

Como pude verificar a partir das pesquisas recém-feitas na Wellcome Library, a instituição esteve no centro de uma orquestração internacional nos estudos sobre esse complexo de doenças em outras partes do mundo também. A Wellcome Library compreende biblioteca e arquivo. É um dos lugares mais agradáveis que conheço para se pesquisar a história da medicina e das ciências da vida. Os funcionários são gentilíssimos, o ambiente é amigável, acolhedor e bonito. O consulente tem acesso livre às muitas estantes que armazenam acervo muito rico relacionado à historiografia da medicina e das ciências da vida e a obras científicas produzidas nesses campos. E acesso mediado por funcionários da casa às obras consideradas raras e ao vasto material documental contido no Arquivo. Com raras exceções, o material pode ser fotografado (sem flash, claro), e, anexas aos salões de leitura, há salinhas com máquinas xerox e scanners que o leitor aciona por conta própria, com o uso de algumas moedas. No pavimento da biblioteca há um restaurante; no térreo, uma cantina onde se pode fazer lanches e refeições leves, junto a uma loja com ótimos livros e objetos educativos. Ao lado do prédio da Wellcome Library há uma instituição batista onde se come bem e barato.

O historiador Jaime Benchimol

  1. É importante iniciar os trabalhos na Wellcome Library tendo feito de antemão um levantamento do que se quer ver nos catálogos on-line da instituição, e tendo o cuidado de prevenir seus funcionários da visita que se vai fazer e dos objetivos da pesquisa. Ao chegar lá, você será cadastrado, receberá uma carteira com um número que dará acesso aos acervos e aos computadores através dos quais são feitos os pedidos. Os funcionários te ajudarão, mas é você que vai solicitar por um computador, com o seu número de leitor, as obras raras e os materiais de arquivo que vai examinar. Por isso, para otimizar o tempo, tenha já em mãos um bom levantamento das fontes que lhe interessam. Bom proveito!

Veja uma seleção de documentos da Wellcome Collection:

18th century Brazilian publications:

19th century publications include:

20th century publications in the collection:

Leave a Reply