Imagens em O Cruzeiro contribuíram para formar imaginário que perdura sobre o índio no Brasil

Novembro/2017

Índios Xavante, 1946. Foto de Jean Manzon, O Cruzeiro.

Em 10 de novembro de 1928 foi lançada no Rio de Janeiro pelos Diários Associados a revista O Cruzeiro, publicada até 1975.

A revista teve papel fundamental na introdução da fotografia moderna no Brasil. Jean Manzon formou um grupo de fotógrafos que se tornaram referências, conforme afirma Fernando de Tacca no artigo O índio na fotografia brasileira: incursões sobre a imagem e o meio, publicado em HCS-Manguinhos (vol.18, no.1, mar. 2011).

A revista publicou, entre 1944 e 1949, uma série de reportagens sobre a Expedição Xingu-Roncador que apontou a existência de populações ainda sem contato e vivendo de forma tradicional. Segundo o autor, esta imagem do índio tradicional veiculada pela Comissão Rondon e pela revista contribuiu para a formação de um imaginário coletivo sobre o índio no Brasil ainda presente nos dias de hoje.

Acesse as edições de O Cruzeiro na Hemeroteca da Biblioteca Nacional

Leia em HCS-Manguinhos:

O índio na fotografia brasileira: incursões sobre a imagem e o meio, artigo de Fernando de Tacca (vol.18, no.1, mar. 2011)

Leave a Reply