Horizontes e desafios

Junho/2015

Marcos Cueto e André Felipe Cândido da Silva
Andre_e_MarcosHCSM1

André Felipe Cândido da Silva e Marcos Cueto, novos editores-científicos de HCS-Manguinhos

É com grande honra que comunicamos aos leitores e colaboradores que desde março de 2015 a editoria científica de História, Ciências, Saúde – Manguinhos foi entregue em nossas mãos. Por vários anos, Jaime L. Benchimol esteve no leme desta que se transformou em um dos principais veículos de divulgação de estudos sobre a história das ciências, da medicina e da saúde pública no Brasil e, arriscamos dizer, na América Latina. Tal patamar foi alcançado, em grande medida, graças à sua abertura de visão e à dedicação com que conduziu a revista, tornando-a um espaço de efetiva colaboração transdisciplinar e de discussão dos temas contemporâneos em perspectiva histórica. Além disso, soube cercar-se de competente equipe, tanto na “oficina” onde é editada quanto no corpo editorial, e atrair a colaboração de avaliadores e autores. Hoje História, Ciências, Saúde – Manguinhos está integrada a importantes indexadores internacionais, como Scopus, PubMed e Web of Science, e, desde 2013, presente nas redes sociais Facebook e Twitter e com um blog em português e inglês. Dessa forma, dispomos de ferramentas variadas e múltiplos recursos para levar adiante a comunicação científica em interface com diferentes públicos. A iniciativa de divulgação do conteúdo da revista e de temas atuais ligados a seu escopo insere-se no quadro mais amplo do esforço de estreitar os laços entre a produção acadêmica e seu público. No horizonte, despontam desafios impostos pela contemporaneidade. É candente a discussão sobre a internacionalização da produção científica. As estratégias mais pertinentes de implementá-la é tema de discussão entre pesquisadores, agências de fomento, editores e portais. Acreditamos que História, Ciências, Saúde – Manguinhos tem importante contribuição a dar a esse debate, defendendo o acesso aberto – mais uma contribuição de Jaime Benchimol e uma das marcas da revista – ao lado das demais publicações que hoje compõem o portal SciELO. Temos por meta preservar esse legado, participando de forma ativa dos fóruns nos quais são discutidas as ações para adequar os periódicos científicos aos novos tempos. Nossa política editorial dará continuidade às linhas gerais implementadas por Benchimol ao longo desses anos. Serão feitas apenas alterações pontuais no corpo editorial, a fim de atender às demandas por internacionalização e com a intenção de refletir de forma mais fiel as diversidades regional, temática, disciplinar e institucional de nosso cenário acadêmico. Além disso, preparamo-nos para celebrar em 2019 os 25 anos de publicação ininterrupta de História, Ciências, Saúde – Manguinhos. A data é simbólica para começar desde já um diálogo com outros editores e pesquisadores sobre a relevância e os desafios de publicar periódicos em história, ciências humanas e sociais no continente sul-americano. Assumimos a editoria científica quando se inicia a implementação do sistema de submissão on-line ScholarOne Manuscripts, disponibilizado pelo portal SciELO com o intuito de modernizar o processo editorial. Esperamos, com isso, trabalhar de forma mais coordenada e otimizada com autores, editores adjuntos, de sessões e pareceristas. Coincide também com a criação do Portal de Periódicos da Fiocruz (www.periodicos.fiocruz.br), iniciativa louvável da Vice-presidência de Ensino, Informação e Comunicação da Fundação Oswaldo Cruz de reunir no mesmo site a produção acadêmica veiculada pela instituição. Pretendemos ainda intensificar nossa presença no espaço virtual, que tem se revelado importante no diálogo com autores e leitores. Ao Jaime Benchimol e à direção da Casa de Oswaldo Cruz, nosso agradecimento por confiar-nos a missão de levar adiante a revista. Aos nossos leitores, parceiros e colaboradores, esperamos contar com vossa fidelidade, que é o que fez e faz de História, Ciências, Saúde – Manguinhos a revista de grande qualidade que é. Mantê-la em seu nível de reconhecimento acadêmico requererá a adesão, a crítica e o apoio de todos vocês. Boa leitura! Marcos Cueto André Felipe Cândido da Silva Leia mais: Caminhos percorridos Jaime Benchimol se despede de HCS-Manguinhos Acesse o sumário da edição (vol.22, no.2, abr./jun. 2015)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *