História das ciências: uma história de historiadores ausentes?

Abril/2018

Seria a história das ciências uma história de historiadores ausentes? A última edição de 2017 de HCS-Manguinhos traz uma resenha de autoria de Gabriel Lopes e Letícia Pumar sobre o livro História das ciências: uma história de historiadores ausentes: precondições para o aparecimento dos sciences studies, do historiador Carlos Alvarez Maia. Para Lopes e Pumar, a obra de Alvarez Maia é “uma reflexão séria e comprometida com maior permeabilidade entre as humanidades e as ciências da natureza, uma possibilidade de história sem reservas”. Leia em HCS-Manguinhos: Lopes, Gabriel and Pumar, Letícia Uma história de historiadores ausentes? Um chamado à reflexão historiográfica. Out 2017, vol.24, no.4 Sobre história da ciência, leia também em HCS-Manguinhos: Maia, Carlos Alvarez. Agência material recíproca: uma ecologia para os estudos de ciência. Abr 2017, vol.24, no.2 Domingues, Heloisa Maria Bertol. Carlos Chagas Filho: um articulador da história das ciências do Brasil. Jun 2012, vol.19, no.2 Junghans, Miriam. Traduzindo Fleck: entrevista com Georg Otte e Mariana Camilo de Oliveira. Dez 2011, vol.18, no.4 Fonseca, Maria Rachel Fróes da. Fontes para a história das ciências da saúde no Brasil (1808-1930). 2002, vol.9
Fonseca, Maria Rachel Fróes da and Maio, Marcos Chor Miguel Ozório de Almeida e o projeto de uma ‘história científica e cultural da humanidade’.  Ago 2004, vol.11, no.2
Kropf, Simone Petraglia and Lima, Nísia Trindade Os valores e a prática institucional da ciência: as concepções de Robert Merton e Thomas Kuhn. Fev 1999, vol.5, no.3

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *