Exposição ’30 anos de Aids no RS: a medicina vencendo a batalha’ é aberta no MUHM

Julho/2013

Exposição "30 anos de AIDS no RS: a Medicina vencendo a batalha"No ano em que o primeiro diagnóstico de Aids no Rio Grande do Sul completa 30 anos, o Museu de História da Medicina do RS (MUHM) apresenta uma exposição que recupera um dos episódios mais recentes e importantes da história da medicina e a contribuição dos médicos na luta contra a doença ao longo desse período.

A exposição “30 anos de Aids no RS: a Medicina vencendo a batalha” foi inaugurada no dia 19 de julho. Ela conta a origem da síndrome, o combate ao estigma e ao preconceito contra o infectado e ainda o trabalho incansável dos médicos na busca da saúde.

Uma linha do tempo mostra as diferentes fases pelas quais os médicos, pacientes e sociedade passaram, e inclui entrevistas com infectologistas, a repercussão na mídia, as mudanças de paradigmas e dos tratamentos. Os relatos incluem os primeiros casos registrados em Porto Alegre e seus desdobramentos. Entre os entrevistados estão os médicos Jair FerreiraCândida Neves e Carla Jarczewski.

Jogos didáticos interativos, ilustrações do vírus e de médicos que vencem essa batalha ajudam a tratar o tema também com as crianças que visitarem a mostra, que também traz conteúdo multimídia com depoimentos, filmes e músicas sobre a doença. Aqueles que quiserem mais informações vão encontrar material extra por meio de códigos QR inseridos na exposição. Os professores também podem solicitar a caixa de recursos preparada pelo Setor Educativo. 

Caixa de recursos Caixa de recursos

Museu é mantido pelo Sindicato Médico do RS (SIMERS). A entrada é franca e o MUHM também recebe escolas e grupos.

Serviço

Exposição 30 anos de AIDS no RS: a Medicina vencendo a batalha
Visitação: terças a sextas-feiras das 11h às 19h; finais de semana e feriados das 14h às 19h
O Museu oferece transporte gratuito para escolas públicas de Porto Alegre e algumas cidades da região Metropolitana.
Escolas podem acessar www.muhm.org.br/educativo para consultar a agenda e as oficinas disponíveis.

Fonte: Museu de História da Medicina do RS (MUHM)

Leave a Reply