Evento discute a ciência da divulgação científica de 5 a 7/3 no Museu da Vida/Fiocruz

Fevereiro/2018

Museu da Vida/Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz

Exposição no Museu da Vida. Foto: Peter Illiciev/CCS/Fiocruz.

A divulgação científica como atividade prática vem, há algumas décadas, conquistando importância e espaço no Brasil. A interface acadêmica do campo, no entanto, embora atraia atenção crescente, ainda é emergente no país e precisa enfrentar dificuldades e desafios para se estabelecer como área de conhecimento independente. O simpósio “A ciência da divulgação científica II: a construção de um campo acadêmico”, que vai acontecer de 5 a 7 de março, no Museu da Vida/COC/Fiocruz, visa justamente contribuir para o fortalecimento dessa interface da divulgação científica. Com a participação de diversos especialistas no campo, do Brasil e de outros cinco países, o evento abordará uma série de temas relevantes nos estudos da divulgação científica, entre eles a inserção da ciência na cultura, a percepção pública da ciência e tecnologia e pesquisas em museus de ciências. Também serão foco de discussão diferentes metodologias de pesquisa que vêm sendo utilizadas na área. O tema será debatido em uma mesa-redonda no segundo dia do evento (6/3). Já no dia 7 de manhã, haverá um workshop sobre metodologias de pesquisas em museus, com Marianne Achiam, do Departamento de Educação Científica da Universidade de Copenhagen (Dinamarca). A pesquisadora irá apresentar a Teoria Antropológica da Didática como referencial teórico para estudos na área. Marianne também irá proferir conferência durante o evento. Ainda no dia 7, na parte da tarde, como desdobramento do simpósio, acontece a primeira aula da disciplina “Leitura e avaliação de fontes de informação em ciência e tecnologia”, que será oferecida no âmbito do Mestrado Acadêmico em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde, por Mônica Macedo-Rouet, da Universidade Paris 8, na França. Com vagas limitadas, a disciplina, que será ministrada em português, está aberta para estudantes de pós-graduação da Fiocruz e de outras instituições de ensino e pesquisa. O simpósio é uma realização do Mestrado Acadêmico em Divulgação da Ciência, Tecnologia e Saúde, da Especialização em Divulgação e Popularização da Ciência e do Museu da Vida, vinculados à Casa de Oswaldo Cruz, além da Vice-Presidência de Educação, Informação e Comunicação da Fiocruz e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia voltado para a Comunicação Pública da Ciência e Tecnologia, com o apoio da Capes e do CNPq. A primeira edição do evento aconteceu em julho e agosto de 2017, também no Museu da Vida. Não é necessária inscrição para o simpósio nos dias 5 e 6, que é gratuito e contará com tradução simultânea. A exceção é o workshop do dia 7 de manhã, que será ministrado em inglês, sem tradução, e necessita de inscrição prévia. Para inscrição no workshop do dia 7 e outras informações sobre o evento, envie mensagem para o e-mail nedc.fiocruz@gmail.com Confira a programação preliminar do simpósio: Leia em HCS-Manguinhos: A ciência e seus públicos – suplemento temático de HCS-Manguinhos. Volume 20, nov. 2013. Museus e Ciências – suplemento temático de HCS-Manguinhos. Volume 12. 2005. Variações sobre a “cultura científica” em quatro autores brasileiros. Fonseca, Marina Assis and Oliveira, Bernardo Jefferson de. Jun 2015, vol.22, no.2 A cobertura de ciência em telejornais do Brasil e da Colômbia: um estudo comparativo das construções midiáticas. Ramalho, Marina et al. Jan 2017, vol.24, no.1 Controvérsia científica no telejornalismo brasileiro: um estudo sobre a cobertura das células-tronco no Jornal Nacional . Almeida, Carla, DalCol, Franciane Lovati and Massarani, Luisa. Nov 2013, vol.20, supl.1 As opiniões dos brasileiros sobre ciência e tecnologia: o ‘paradoxo’ da relação entre informação e atitudes. Castelfranchi, Yurij et al. Nov 2013, vol.20, supl.1 Miguel Ozorio de Almeida e a vulgarização do saber. Massarani, Luisa and Moreira, Ildeu de Castro. Ago 2004, vol.11, no.2 Nunca aos domingos: um estudo sobre a temática do câncer nas emissoras de TV Brasileiras, Jurberg, Claudia and Verjovsky, Marina. Jul 2010, vol.17, supl.1 A divulgação científica no Rio de Janeiro: algumas reflexões sobre a década de 1920. Moreira, Ildeu de Castro and Massarani, Luisa. Fev 2001, vol.7, no.3 Leia no Blog de HCS-Manguinhos: História com café Em depoimento a HCS-ManguinhosBruno Leal, criador do site Café História, defende uma nova forma de se produzir e divulgar o conhecimento Divulgar é preciso: lugar de ciência é na rede social Em workshop na Fiocruz, editores brasileiros expuseram suas experiências de uso de novas mídias na divulgação científica

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *