Estudo sobre campanha da Opas de erradicação do Aedes aegypti é premiado

Setembro/2014

RodrigoCesar

Rodrigo Cesar Magalhães

A tese de doutorado “A Campanha Continental para a erradicação do Aedes aegypti da OPAS e a Cooperação Internacional em Saúde nas Américas (1918 1968)“, de Rodrigo Cesar Magalhães, apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, com orientação de Marcos Chor Maio, venceu o Prêmio de Teses da Sociedade Brasileira de História das Ciências (SBHC). Com base em pesquisas realizadas em arquivos no Brasil e nos Estados Unidos, Rodrigo Cesar analisou as origens, o desenvolvimento histórico, os impactos e as controvérsias suscitadas pela campanha lançada em 1947 pela Organização Pan-americana da Saúde para erradicar o vetor da febre amarela das Américas e que se constituiu no primeiro e mais duradouro programa internacional de erradicação de uma doença já implementado. O estudo revelou que a Campanha Continental fortaleceu a cooperação interamericana em saúde nas Américas, estreitando as relações científicas, sanitárias e políticas mantidas entre as Repúblicas americanas no pós-Segunda Guerra Mundial, contribuindo para consolidar o campo da saúde pública no continente, como um todo, e no Brasil em particular. O prêmio de melhor dissertação foi para Télio Anisio Cravo, com “Pontes e Estradas em uma província no interior do Brasil oitocentista: engenharia, engenheiros e trabalhadores no universo construtivo da infraestrutura viária de Minas Gerais (1835-1889)“, apresentada Programa de Pós-Graduação em História Social /USP, com orientação de Gildo Magalhães. A cerimônia de premiação ocorrerá no dia 10 de outubro de 2014, durante o 14º Seminário Nacional de História da Ciência e da Tecnologia na UFMG. Nesta data, a Comissão Organizadora publicará os pareceres que embasaram a decisão. Com informações da Casa de Oswaldo Cruz

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *