‘E viva o julgamento por pares!’

Junho/2015

Regina Horta Duarte. Foto: Foca Lisboa/UFMG

Regina Horta Duarte.
Foto: Foca Lisboa/UFMG

Uma defesa enfática do julgamento por pares abre a atual edição do periódico Varia Historia, que em 2015 completa 30 anos de existência. No editorial, a historiadora Regina Horta Duarte, editora-chefe da revista desde janeiro deste ano, afirma que, sem o julgamento por pares, as revistas “velejariam ao sabor das ondas das idiossincrasias, das preferências e antipatias pessoais”.

De acordo com Regina, o revisor, no seu exercício de poder, precisa ser, ao mesmo tempo, rigoroso, delicado, elegante e respeitoso com o trabalho do colega anônimo, enquanto ao editor cabe o papel de guardião, para proteger os autores de possíveis abusos de autoridade.

“O exercício da crítica rigorosa e ética como prática positiva e construtiva tem sido um indispensável recurso para a comunidade de historiadores. E viva o julgamento por pares!”, conclui Regina no editorial intitulado O “tribunal de recursos” da lógica histórica  (vol.31, n.56, maio/2015).

Leia no blog de HCS-Manguinhos:

Postura isenta e generosidade para um bom parecer
Nelson Sanjad discute o papel do parecerista na comunicação científica em entrevista aos editores de HCS-Manguinhos.

Leave a Reply