Ditadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade

Novembro/2014

Convite_Ditad_homosex_capaDitadura e homossexualidades: repressão, resistência e a busca da verdade (Ed. EdUFSCar) , livro organizado por James Green e Renan Quinalha, será lançado em 26 de novembro, às 19h, na Livraria da Travessa do Leblon, no Rio de Janeiro, e em 27 de novembro, às 19h, na Biblioteca Mário de Andrade em São Paulo.

O objetivo central do livro é contribuir para uma análise interdisciplinar das relações entre a ditadura brasileira (1964 – 1985) e as várias formas de homossexualidades, hoje mais apuradas na sigla LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais e trangêneros). Em especial, pretende-se discutir de que maneiras a ditadura dificultou tanto os modos de vida de gays, lésbicas e pessoas trans quanto a afirmação do movimento LGBT no Brasil durante os anos 60, 70 e 80.

Contudo, sem perder de vista essa perspectiva que destaca as violências dirigidas contra esses grupos específicos, outro foco importante da obra recai sobre as ações de resistência empreendidas por esses segmentos sociais que, ao mesmo tempo em que foram alvo privilegiado das políticas de repressão e de controle, acabaram se constituindo como atores fundamentais da redemocratização brasileira.

Essa análise dos cruzamentos entre a ditadura e as temáticas ligadas ao universo das homossexualidades torna-se ainda mais importante considerando o momento atualmente vivido em nosso país, no qual diversas Comissões da Verdade estão investigando as graves violações aos direitos humanos praticadas durante o governo autoritário.

Dessa forma, a obra se inscreve nesse contexto mais amplo da luta por verdade, justiça e reparação em relação aos crimes praticados durante a ditadura brasileira, conferindo visibilidade e o devido reconhecimento para as experiências de vida dos homossexuais e para a atuação do movimento LGBT durante essa época

O volume será editado por James N. Green, Professor de História do Brasil na Brown University e especialista na historia da homossexualidade no Brasil, e Renan Quinalha, doutorando na USP e assessor da Comissão da Verdade do Estado de São Paulo “Rubens Paiva”. Os autores de capítulos dentro da coletânea são Benjamin Cowan, James N Green, Jorge Caê Rodrigues, José Reinaldo Lopes, Luiz Gonzaga Morando Queiroz, Marisa Fernandes, Rafael Freitas, Renan Quinalha e Rita Colaço. O prefácio foi escrito por Carlos Fico. Há, ainda, no posfácio, as falas de Adriano Diogo (Comissão da Verdade do Estado de São Paulo “Rubens Paiva”, Paulo S. Pinheiro (Comissão Nacional da Verdade) e Marcelo Araújo (Secretaria de Cultura de SP) na audiência pública sobre o tema realizada em maio de 2013. 
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *