Diagnóstico nos hospícios de 1910 a 1930 é tema de palestra no Instituto de Psiquiatria da UFRJ, que comemora 75 anos

Agosto/2013

cristianafacchinettithumb

A história de diagnósticos nos hospícios e suas relações com a cultura na primeira república é o tema da palestra que a pesquisadora Cristiana Facchinetti (foto), da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, fará na sexta-feira, 9 de agosto, no Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Ipub/UFRJ), como parte das comemorações pelos 75 anos do instituto. 

Cristiana apresentará os resultados parciais de um projeto de pesquisa em andamento que investiga a construção das categorias de normalidade e anormalidade para homens e mulheres no Distrito Federal em especial entre os anos de 1910 e 1930.

O estudo discute o processo diagnóstico de psicopatologias no período e a paulatina substituição dos referenciais do alienismo francês pela psiquiatria kraepeliana e seus efeitos na compreensão do que era então normal, anormal e patológico.

“O trabalho dá particular destaque para o modo pelo qual comportamentos considerados, à época, socialmente desviantes são diagnosticados como sinais e sintomas de doenças mentais. Para a análise, utilizei material dos Arquivos Brasileiros de Neuriatria e Psiquiatria, um periódico especializado de época, além de prontuários do Hospital Nacional de Alienados”, conta.

Cristiana publicou os seguintes artigos na revista HCSM:

  Comemorações incluem exposição, música, dança e teatro Além da palestra, haverá no dia uma exposição com as memórias do instituto e exibições de música, dança e teatro. O evento começa às 9h, com participação do reitor da UFRJ, Carlos Levi, e continua ao longo do dia com homenagens aos que fizeram a história do Ipub. No encerramento, às 18h, haverá a apresentação do Coletivo Carnavalesco “Tá Pirando, Pirado, Pirou” e dos “Cancioneiros do Ipub”.

A recepção será realizada pelos integrantes do grupo “A Voz dos Usuários”, formado por pacientes e estudantes de Psicologia do Ipub, que fica na Av. Venceslau Brás, 71 – Botafogo.

Programação

9h – Mesa de abertura Reitor: prof. Carlos Levi da Conceição Decana do CCS: profa. Maria Fernanda Quintela Diretora do Ipub: Maria Tavares Cavalcanti Chefe do departamento de Psiquiatria e Medicina legal: prof. Jorge Adelino

9h30 – Memórias do Ipub – prof. Jorge Adelino Silva,prof. Theodor Lowenkron, profa. Ana Cristina Figueiredo e prof. Edson Saggese Homenagem às pioneiras da clínica infanto-juvenil do Ipub: Jovita Madeira Martins de Araújo Ana Elisa Viana Mercadante Maria Alzira Perestrelo Julia Chermon

10h30 – Palestra da pesquisadora da COC  Fiocruz Cristiana Fachinetti – “História de diagnósticos nos hospícios e suas relações com a cultura (Primeira República)” Local: Auditório Leme Lopes

Exposições: Memórias do Ipub  – Varal de Letras – Mostradas Oficinas do Ipub – Exposição da Biblioteca “1938: criação do IPUB sob a óptica de Henrique Roxo” Local: Hall do Auditório Leme Lopes Biblioteca João Ferreira (Ipub) – 9h às 18h.

Programação da tarde Local: Auditório Leme Lopes 14h – Grupo de Chorinho 14h30 – Coral – Somos Um 15h – Música, Dança e Letras 15h30 -Elizete canta Sambas do Edymir 16h – Teatro 17h – Filme Corpo Santo 18h – Encerramento: Cancioneiros do Ipub e Coletivo Carnavalesco Tá Pirando, Pirado, Pirou A recepção do evento será realizada pelos integrantes do Grupo “A Voz dos Usuários”

(Com informações da Assessoria de Imprensa da Reitoria/UFRJ)

 

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *