Dia Roxo pela Epilepsia faz dez anos

Março/2018

Flor de lavanda – Lavandula angustifolia. Fonte: Wikipedia

Há dez anos, celebra-se anualmente, em 26 de março, o Dia Roxo pela Epilepsia, uma data de conscientização sobre esta doença neurológica que afeta cerca de 50 milhões de pessoas no mundo e 4 milhões no Brasil. O Purple Day foi criado em 2008 por uma menina de nove anos, Cassidy Megan, com a ajuda da Associação de Epilepsia da Nova Escócia, Canadá. Cassidy escolheu a cor roxa por causa da lavanda, planta cuja flor é frequentemente associada com solidão e isolamento, sentimentos vividos por pessoas com epilepsia. Se vestir de roxo neste dia seria uma forma de demonstrar a elas que não estão sozinhas. No Brasil, as iniciativas de comemoração do “Dia Roxo” começaram em 2011. Para contribuir para as reflexões sobre a doença, selecionamos artigos publicados em HCS-Manguinhos: Kurcgant, Daniela e Ayres, José Ricardo de Carvalho Mesquita Crise não epiléptica psicogênica: história e crítica de um conceito. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Set 2011, vol.18, no.3 Neves, Margarida de Souza. O grande mal no Cemitério dos Vivos: diagnósticos de epilepsia no Hospital Nacional de Alienados. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Dez 2010, vol.17

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *