Curso no Rio sobre processos socioambientais no Caribe tem inscrições abertas

Maio/2015

curso_ReinaldoEstão abertas de 18 a 31 de maio as inscrições para o curso de extensão Procesos Socio-Ambientales en el Gran Caribe desde 1492, que será ministrado no Rio de Janeiro pelo professor Reinaldo Funes Monzote, da Universidade de Havana (Cuba) e da Fundación Antonio Núñez Jiménez de la Naturaleza y el Hombre. Os interessados devem enviar e-mail para o endereço histambientalgrancaribe@fiocruz.br, com a ficha de inscrição preenchida. Acesse: Ficha de inscrição Programa do curso Voltado para estudantes de pós-graduação, o curso será realizado entre 15 e 19 de junho, das 18h às 20h30 no Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), que promove a atividade em parceria com o Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz). O programa inclui temas fundamentais da história ambiental do Caribe desde a chegada dos europeus à América. A proposta é promover uma releitura de alguns desses tópicos e explorar problemáticas que receberam menos atenção da historiografia da região. Em contraponto a uma imagem de fragmentação geográfica, cultural ou política, o curso põe em discussão as múltiplas coincidências nos processos socioambientais dos territórios ou países banhados pelo mar do Caribe. Entre as questões abordadas, estão o impacto ecológico da chegada dos europeus, como epidemias e colapso demográfico; análises comparativas de zonas de escravidão (Cuba, Brasil e EUA); nascimento da agricultura industrializada nos trópicos; expansão dos interesses econômicos e políticos dos EUA na América Latina e Caribe no século 20; políticas de desenvolvimento e exploração de recursos naturais desde o fim da 2ª Guerra Mundial; transformações ambientais na América Latina; representações da natureza caribenha, com foco na emergência do turismo de elites e de massa; e nascimento do movimento ambientalista. Os participantes com no mínimo 75% de frequência receberão certificado conjunto dos dois programas de pós-graduação. Além disso, o certificado poderá ser validado em créditos para os alunos dessas pós-graduações. Doutor pelo Programa Processos Históricos, Cultura e Desenvolvimento da Universidade Jaume I (Espanha), Funes é autor de diversas publicações, incluindo o livro De los bosques a los cañaverales. Una historia ambiental de Cuba, 1492-1926. Publicada em espanhol e inglês, a obra rendeu-lhe em 2008 o Prêmio Catauro, concedido pela Fundação Fernando Ortiz e pelo Instituto Cubano do Livro, e o Prêmio Elinore Melville, entregue pela Conference on Latin American Studies. Funes integra a Sociedade Latino-Americana e Caribenha de História Ambiental e a American Society for Environmental History, e é membro do conselho editorial de diferentes revistas, entre as quais Historia ambiental latinoamericana y Caribeña. Serviço Inscrições: 18 a 31 de maio Vagas: 30 Período do curso: 15 a 19 de junho de 2015 Horário: 18h a 20h30 Local: Sala Afonso Carlos Marques dos Santos | Instituto de História Endereço: Largo do São Francisco 1, 2o. andar – Centro – Rio de Janeiro Inscrições e Informações pelo e-mail: histambientalgrancaribe@fiocruz.br Fonte: COC/Fiocruz Leia em HCS-Manguinhos: Barth e a ilha da Trindade, 1957-1959 – artigo de Regina Horta Duarte e Güydo Campos Machado Marques Horta (vol.19 no.3 jul./set. 2012) A nação pela pedra: coleções de paleontologia no Brasil, 1836-1844, artigo de Paulo Henrique Martinez (vol.19, no.4 dez 2012) Emílio Goeldi e o Museu Paraense: em busca do conhecimento sobre a natureza amazônica, artigo de Luciana Rossato (vol.18, no.1, mar 2011) História natural e medicina na obra de Adolpho Lutz (1855-1940), artigo de Nelson Sanjad (vol.17, no.1, mar 2010) Cândido de Mello Leitão: as ciências biológicas e a valorização da natureza e da diversidade da vida, artigo de José Luiz de Andrade Franco e José Augusto Drummond. (vol.14, no.4, dez 2007) O mundo e o conhecimento sustentável indígena, artigo de André Fernando. (vol.14, dez 2007) Globalização e ambientalismo: etnicidades polifônicas na Amazônia, artigo de Luiza Garnelo e Sully Sampaio (vol.12, n.3, 2005) Cólera e medicina ambiental no manuscrito ‘Cholera-morbus‘ (1832), de Antonio Correa de Lacerda (1777-1852), artigo de Nelson Sanjad (vol.11, no.3, dez 2004) Charles Frederick Hartt e a institucionalização das ciências naturais no Brasil, artigo de Nelson Sanjad (vol.11, no.2, ago 2004) Biosfera, história e conjuntura na análise da questão amazônica,artigo de José Augusto Pádua (vol.6, set 2000) Gilberto Freyre, a história ambiental e a ‘rurbanização’, artigo de José Marcos Froehlich (vol.7, no.2, out 2000) Destruição e proteção da Mata Atlântica no Rio de Janeiro: ensaio bibliográfico acerca da eco-história, artigo de Arthur Soffiati (vol.4, no.2, out 1997)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *