Cueto e Palmer vencem prêmio da Lasa de melhor livro

Abril/2016

LaVacuna_CAPA_LIVRO-200x300O livro Medicine and Public Health in Latin America: a History (Medicina e saúde pública na América Latina: uma história), dos historiadores Marcos Cueto e Steven Palmer, acaba de ganhar o prêmio de melhor livro da Latin American Studies Association (Lasa) na seção de Saúde, Ciência e Tecnologia da Lasa. Cueto e Palmer receberão o prêmio durante o XXXIV Congresso da Lasa, em Nova York, em 29 e 30 de maio de 2016.

O comitê do prêmio observou que o livro é um marco significativo para o campo por oferecer a primeira pesquisa histórica compreensível da medicina e da saúde pública na América Latina desde os tempos pré-Colombianos.

O livro começa com o contato entre a medicina indígena, a afro-americana e a europeia no período colonial, do início do século XVI ao início do século XIX. Em seguida, os autores discutem as mudanças médicas latino-americanas da primeira metade do século XX e a participação de organismos internacionais como a Fundação Rockfeller. Então, apresentam a região no contexto da Guerra Fria, quando foram implementados programas de saúde voltados para o controle e a erradicação de doenças. Por fim, a obra discute a agenda neoliberal que ditou as regras na década de 1980, com uma ideia altamente restritiva da saúde em termos de custo-eficácia.

“Expandindo temas centrais na história da medicina, o livro fornece ricos dados históricos acompanhados de discussões da literatura relacionada, metodologias e historiografia sobre tópicos como medicina nacional, pluralismo médico, eugenia, medicina na Guerra Fria, imperialismo médico e globalização. A pesquisa histórica de Cueto e Palmer de forma alguma exclui novas contribuições teóricas, incluindo argumentos convincentes sobre o papel dos profissionais de saúde latino-americanos na criação da biomedicina mundial moderna. Medicina e Saúde Pública na América Latina será referência básica para historiadores, antropólogos e pesquisadores em saúde pública pelos anos vindouros.”

Marcos Cueto e Steven Palmer

Marcos Cueto e Steven Palmer

Marcos Cueto é pesquisador da Casa Oswaldo Cruz/Fiocruz e editor-científico da revista HCS-Manguinhos. Steven Palmer é professor da Universidade de Windsor (Canadá) e membro do Conselho Editorial da revista. O livro, lançado em março de 2015 pela Cambridge University Press, será publicado em português pela Editora Fiocruz.

Também foram premiados pela seção Stefan Pohl-Valero, pelo artigo “’La Raza Entra por la Boca:’ Energy, Diet, and Eugenics in Colombia, 1890-1940”, publicado na Hispanic American Historical Review (2014), e Kathryn Gallien, pela dissertação “Delivering the Nation, Raising the State: The Politics of Race and Gender in Bolivia’s Obstetric Movement, 1900-1982” (History, Universidade do Arizona).

Leia em HCS-Manguinhos:

Cueto, Marcos. La “cultura de la sobrevivencia” y la salud pública internacional en América Latina: la Guerra Fría y la erradicación de enfermedades a mediados del siglo XX. Mar 2015, vol.22, no.1

Cueto, Marcos. Salud en la adversidad: un resumen de la historia sanitaria del Brasil. Jun 2013, vol.20, no.2

Brown, Theodore M., Cueto, Marcos and Fee, Elizabeth. A transição de saúde pública ‘internacional’ para ‘global’ e a Organização Mundial da Saúde.  Set 2006, vol.13, no.3

Palmer, Steven. “O Demônio que se transformou em vermes”: a tradução da saúde pública no Caribe Britânico, 1914-1920. Set 2006, vol.13, no.3

Cueto, Marcos. Norteamericanización de Brasil. Abr 2003, vol.10, no.1

Cueto, Marcos. Imágenes de la salud, la enfermedad y el desarrollofotografías de la Fundación Rockefeller en Latinoamérica.  Feb 1999, vol.5, no.3

Cueto, Marcos and Birn, Anne-Emanuelle. Syllabus del curso:historia social de la salud pública en América Latina. Jun 1996, vol.3, no.1
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *