Construtores da saúde coletiva no Brasil são tema de série em revista

Junho/2015

Como parte das reflexões para comemorar os 20 anos da revista Ciência & Saúde Coletiva e os 35 anos da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco), completos em 2015, foi lançada a série de artigos “Construtores da Saúde Coletiva“. Organizada por Gilberto Hochman, da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, e Everardo Nunes, da Unicamp, a série publica um artigo por mês sobre a trajetória de personagens falecidos que ajudaram a conformar o campo da saúde coletiva no Brasil nos últimos 50 anos.

construtores1

A partir da esquerda: Rodolfo Mascarenhas, Juan César García, Maria Cecilia Donnangelo e Samuel Pessoa

“Os Construtores da Saúde Coletiva foram homens e mulheres que, de diferentes maneiras, pensaram, escreveram, discursaram, agiram, organizaram, administraram e, fundamentalmente, desejaram e imaginaram instituições, associações, políticas e sistemas de saúde mais públicos, nacionais, inclusivos e igualitários”, afirmam os editores convidados na apresentação da série.

Foram publicados até o momento artigos sobre Juan César García, Samuel Pessoa, Ricardo Bruno, Rodolfo MascarenhasMaria Cecilia Donnangelo e Izabel dos Santos.

Leia em HCS-Manguinhos:

Paiva, Carlos Henrique Assunção and Teixeira, Luiz Antonio. Reforma sanitária e a criação do Sistema Único de Saúde: notas sobre contextos e autores. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Mar 2014, vol.21, no.1, p.15-36. ISSN 0104-5970.

Paiva, Carlos Henrique Assunção. Samuel Pessoa: uma trajetória científica no contexto do sanitarismo campanhista e desenvolvimentista no Brasil. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Dez 2006, vol.13, no.4

Campos, Carlos Eduardo Aguilera. As origens da rede de serviços de atenção básica no Brasil: o Sistema Distrital de Administração Sanitária. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Set 2007, vol.14, no.3

Lima, Mozart Abreu. A saúde entre o Estado e a sociedade. Hist. cienc. saude-Manguinhos, 2003, vol.10, suppl.2

Leave a Reply