Ciência em Gotas: animações divulgam pesquisas de cientistas brasileiros

Dezembro/2016

Bertha Lutz identificou espécies novas de anfíbios e descobriu que o coaxar das pererecas variava de uma espécie para outra. Imagem: Reprodução.

Bertha Lutz identificou espécies de pererecas e descobriu que seu coaxar varia de uma espécie para outra. Imagem: Reprodução/Projeto Ciência em Gotas

Animações são uma forma lúdica de comunicar e um recurso interessante para pesquisadores usarem na divulgação científica. A Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, a Secretaria Municipal de Cultura e a Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) lançam no dia 8 de dezembro o Projeto Ciência em Gotas, uma série de vídeos que apresentam a trajetória e a atuação de cientistas brasileiros no campo da saúde pública e do meio ambiente. O lançamento será no auditório de Bio-Manguinhos, 6º andar do Pavilhão Rocha Lima, às 10h.

A primeira edição da série é composta por quatro filmes, de cerca de um minuto de duração, que apresentam o trabalho dos cientistas Maurício Rocha e Silva e Sérgio Ferreira e o medicamento contra hipertensão fabricado a partir do veneno da jararaca; Carlos Chagas e a descoberta da doença que leva seu nome; Johanna Dobereiner e a aplicação de um adubo natural no cultivo de vários grãos; Bertha Lutz e a catalogação de novas espécies de anuros.

Para o coordenador do projeto, Heverton de Oliveira, a linguagem audiovisual facilita a transmissão da informação científica. “É uma forma de comunicação, que pode se converter em suporte eficaz para a popularização do conhecimento. Além disso, esta é a linguagem dominante das mídias – televisão, internet, redes sociais, celulares – que mais atraem o público jovem”, explicou. Após o lançamento, os vídeos serão exibidos na programação do Canal Saúde e em outras emissoras da rede pública de televisão do País.

Projeto Ciência em Gotas

Data: 08/12
Hora: 10h
Local: Auditório de Bio-Manguinhos | Pavilhão Rocha Lima – 6º andar (Av. Brasil, 4365 – Manguinhos, Rio de Janeiro)

Fonte: Casa de Oswaldo Cruz

Leia em HCS-Manguinhos artigos sobre cientistas retratados na primeira série do projeto:

Bertha Lutz:

Proeminência na mídia, reputação em ciências: a construção de uma feminista paradigmática e cientista normal no Museu Nacional do Rio de Janeiro, artigo de Maria Margaret Lopes (v.15,  supl.0, 2008)

Bertha Lutz e a construção da memória de Adolpho Lutz, artigo de Jaime L. Benchimol, Magali Romero Sá, Márcio Magalhães de Andrade, Victor Leandro Chaves Gomes (vol.10, no.1, jan./apr. 2003)

Maurício da Rocha e Silva:

“Anything goes”?: o diálogo implícito de Paul Feyerabend com dois pesquisadores brasileiros, Maurício da Rocha e Silva e Newton Freire-Maia, artigo de Francisco Inácio Bastos (vol.17, no.1, jan./mar. 2010)

Carlos Chagas:

Doença de Chagas, doença do Brasil, artigo de Ivan da Costa Marques. (vol.20, no.1, mar 2013)

Carlos Chagas e os debates e controvérsias sobre a doença do Brasil (1909-1923), artigo de Simone Petraglia Kropf (vol.16, suppl.1, jul 2009)

Fotografia e valor documentário: o arquivo de Carlos Chagas, artigo de Aline Lopes de Lacerda (vol.16, supl.1, jul 2009)

The reception by French physicians of Chagas’ discovery of Trypanosoma cruziand American trypanosomiasis (1909-1925), artigo de Gabriel Gachelin and Annick Opinel (vol.16, supl.1, jul 2009)

The discovery of Trypanosoma cruzi and Chagas disease (1908-1909)tropical medicine in Brazil, artigo de Simone Petraglia Kropf e Magali Romero Sá (vol.16, supl.1,  jul 2009)

Leia também:

Johanna Döbereiner: a cientista que revolucionou a agricultura

Sérgio Henrique Ferreira: premiado cientista descobridor de remédios

 

Leave a Reply