Chomsky: “Estou com os manifestantes do Brasil”

Camila Nobrega |  Canal Ibase
Enviada a Bonn (Alemanha)

Noam Chomsky. Foto: Camila Nobrega

Noam Chomsky.
Foto: Camila Nobrega

Cercado de jornalistas e curiosos de pelo menos 30 países, na noite desta segunda-feira (17/6), o linguista e crítico político de renome mundial Avram Noam Chomsky, de 84 anos, caminhava lentamente para se retirar da plenária após sua palestra no Forum Global de Midia, em Bonn (Alemanha).

Estava acompanhado de seguranças e assessores que tentavam manter todos afastados e não parecia disposto a responder mais indagações. Em uma fileira formada ao lado dele, consegui gritar uma pergunta. Ao ouvir as palavras “Turquia” e “Brasil”, Chomsky virou-se para mim, respondendo-a:

– Embora sejam protestos diferentes e com suas peculiaridades, as manifestações nos dois países são tentativas de o povo recuperar a participação nas decisões. É uma forma de ir contra o domínio dos interesses de grupos econômicos. Acho ambos muito importantes e posso dizer que estou com os manifestantes – disse o linguista, entusiasta do movimento “Occuppy”, declarando apoio ao movimento que toma as ruas de cidades brasileiras e também aos manifestantes turcos.

Leia a reportagem completa no Canal Ibase

Veja o discurso de Noam Chomsky no Global Media Forum, em Bonn

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *