Cecilia Minayo: ‘Que outros 25 anos venham, pois a história não para’

Junho/2019

Cecilia Minayo

Para comemorar os 25 anos da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos, pedimos a pessoas chave nessa história que nos dessem depoimentos sobre a sua participação nela até aqui. Hoje trazemos a contribuição de Maria Cecilia de Souza Minayo, socióloga, antropóloga e doutora em Saúde Pública, pesquisadora titular do Departamento de Estudos sobre Violência e Saúde Jorge Careli (Claves/Fiocruz) e editora científica da revista Ciência & Saúde Coletiva da Associação Brasileira de Saúde Coletiva (Abrasco).

“Há duas formas de avaliar uma publicação científica: sua periodicidade e adequação aos melhores parâmetros da produção científica; e seu conteúdo e contribuição para a ciência e a sociedade. História, Ciências, Saúde – Manguinhos cumpre maravilhosamente essas duas funções, tornando-se hoje preciosamente indispensável. É impossível pensar a história do Brasil, sem mencioná-la e reverenciá-la como um produto cuidadosamente elaborado da memória da saúde pública nacional. Ela cobre a trajetória das instituições, das tecnologias, das conquistas do setor, das doenças eliminadas e emergentes e das pessoas que lideraram os processos de transformação da área, e articula todos esses processos com a produção científica do país. Que outros 25 anos venham, cheios de vigor e muitos mais, pois a história não para e é preciso construir e rememorar o que se fez para que novas trilhas iluminadas pela sabedoria do presente e do passado não sejam fugazes lembranças que se perdem no tempo!”

Leia no Blog de HCS-Manguinhos:

HCS-Manguinhos comemora os seus 25 anos com workshop
O presente e o futuro das publicações científicas de história serão a pauta de encontro de 26 a 28 de junho no Rio de Janeiro

Nelson Sanjad: “HCS-Manguinhos contribuiu para a profissionalização do fazer editorial no Brasil”
Para o pesquisador, que é editor adjunto desde 2015, a influência exercida pela revista no cenário editorial brasileiro foi muito positiva para elevar o patamar de qualidade das revistas científicas na área das ciências humanas.

Paulo Gadelha: ‘História, Ciências, Saúde – Manguinhos é joia preciosa da Fiocruz’
Ex-presidente da Fiocruz dirigia a Casa de Oswaldo Cruz quando a revista foi lançada, em 1994

 

Nara Azevedo: entusiasta da criação de uma revista única em seu campo
Quando foi diretora da Casa de Oswaldo Cruz, a pesquisadora conseguiu um orçamento específico para que a revista pudesse produzir versões de artigos em inglês, com o objetivo de lançar a revista em uma plataforma internacional

Depois do incêndio, registros de importância ímpar
Para Ricardo Ventura Santos, pesquisador titular da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz) e professor titular do Departamento de Antropologia do Museu Nacional da UFRJ, HCS-Manguinhos guarda registros de um tesouro perdido.

 

Leia em HCS-Manguinhos: 

Violência e saúde como um campo interdisciplinar e de ação coletiva, artigo de  Maria Cecília de Souza Minayo e Edinilsa Ramos de Souza (v.4, n.3, nov. 1997) 

Leia também no Blog de HCS-Manguinhos:

Pesquisadora analisa estratégias de divulgação da ciência 
Maria Cecília Minayo, da Ensp/Fiocruz, destaca a importância de popularizar o conhecimento científico e analisa como autores, editores e jornalistas podem contribuir para essa divulgação a partir dos livros acadêmicos.