Biblioteca Rio450 publica livros sobre a história da cidade

Fevereiro/2015

Juliana Romar | Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

As comemorações de 450 anos do Rio de Janeiro constituem grande oportunidade de refletir sobre a história da cidade e todo o seu repertório artístico e cultural. Dessa forma, o Comitê Rio450 criou a Biblioteca Rio450, inspirada nas comemorações do IV Centenário, em 1965. Na ocasião, editoras, institutos de pesquisa, universidades e historiadores voltaram suas atenções para o estudo da cidade em seus diversos aspectos, dando origem a uma vasta produção editorial que ainda hoje serve como referência para os estudos sobre a cidade.

Os primeiros títulos da Biblioteca Rio450 foram selecionados por meio do Programa de Fomento à Cultura Carioca, realizado pela Secretaria Municipal de Cultura. Fazem parte da coleção 16 publicações que serão lançadas ao longo de 2015. A outra parte – com 49 títulos – foi selecionada por meio de edital da Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (Faperj) e dois livros foram escolhidos diretamente pelo Comitê (“Rio 400+50” e “Uma Ladeira para Lugar Nenhum”).

– Essa iniciativa ajudará a construir um importante legado para as comemorações de 450 anos. O título inaugural da Biblioteca Rio450 é muito significativo. O livro “Rio 400+50”, da editora Edições de Janeiro, apresenta um rico panorama e uma análise sobre as comemorações do IV Centenário da cidade, que é a grande inspiração para o trabalho que o Comitê Rio450 vem realizando nestes quase um ano de existência. Por ter essa grande adequação com os 450 anos, resolvemos escolhê-lo para dar início à coleção de livros Biblioteca Rio450 – explicou o presidente do Comitê Rio450, Marcelo Calero.

Entre as publicações selecionadas pelo programa de fomento estão “A Fazenda Nacional da Lagoa Rodrigo de Freitas”, do museólogo Cau Barata, que mostra como se definiram os bairros da Zona Sul; “O Rio de Janeiro Setecentista”, de Nireu Cavalcanti, que mostra a construção da cidade desde a invasão francesa até a chegada da corte de Portugal; e “A Formação da Guanabara”, de Paulo Knauss, que descreve os bastidores da curta experiência do Rio como cidade-estado, entre as décadas de 60 e 70 do século XX.

– Um dos destaques é a republicação de uma das obras mais emblemáticas do IV Centenário, o livro “A Muito Leal e Heróica Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro”, publicado pelo historiador Gilberto Ferrez e pelo bibliófilo Castro Maya, que é a grande referência em iconografia sobre o Rio de Janeiro – destacou Calero.

Ainda fazem parte dos títulos selecionados um estudo sobre os mais variados guias de turismo já publicados sobre o Rio; a evolução dos desfiles da escolas de samba nos últimos cinquenta anos; a história de dezenas de bares e botecos famosos que não existem mais; além de costumes da cidade ao longo do tempo, o Centro Histórico do Rio de Janeiro e a história da Baía de Guanabara e do bairro da Lapa.

Para complementar essa coleção, o Comitê Rio450 fechou parceria com a Faperj, que lançou em novembro dois editais para estimular a publicação de livros e DVDs, além da realização de eventos acadêmicos sobre a cidade. Todos os livros e DVDs selecionados ganharão a chancela da Biblioteca Rio450, idealizada pelo Comitê Rio450, e os eventos poderão constar do calendário comemorativo dos 450 anos. A parceria se insere no contexto do Programa de Valorização da Memória e da Cultura Popular Carioca (Pró-Carioca), que se divide nos eixos conhecimento, cultura popular e memória. Seu principal objetivo é dar lastro histórico às comemorações do grande jubileu.

As mais de 40 obras selecionadas pela Faperj retratam Copacabana e o Parque da Chacrinha; os símbolos da cidade vistos por jovens cariocas; A Floresta da Tijuca; o território de negros e indígenas; o subúrbio carioca; espaços urbanos; museus e pontos turísticos; as transformações urbanas e a mobilidade social; a Academia de Belas Artes; a influência da elite empresarial no Rio; o papel das favelas na história da cidade; entre tantas outras.

– A Fundação não poderia deixar de se associar a tão importante ocasião, contribuindo para destacar e promover o rico repertório artístico, científico e cultural da cidade mais conhecida e reverenciada pelos brasileiros, e uma das principais atrações turísticas do mundo – disse o presidente da Faperj, Ruy Garcia Marques.

Confira abaixo a lista de livros da Biblioteca Rio450, que conta ainda com os títulos “Rio 400+50” e “Uma Ladeira para Lugar Nenhum”, já publicados pelo Comitê Rio450.

Baixe a lista dos livros da Biblioteca Rio450

Fonte: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Leia também:

Rio de Memórias: os escritores e a cidade

Resultado Edital FAPERJ Nº 43/2014 – Programa “Apoio à Realização de Eventos Comemorativos Visando à Celebração dos 450 Anos da Cidade do Rio de Janeiro

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *