A objetividade nas ciências segundo Lorraine Daston em português

Novembro/2017

Lorraine Daston. Foto de Tristan Vostry, 2016

Pela primeira vez, os artigos da historiadora das ciências Lorraine Daston sobre objetividade nas ciências são publicados no Brasil, em português. A coletânea Historicidade e Objetividade será lançada durante o Simpósio USP de História da Ciência e da Tecnologia, em 13 e 14 de novembro em São Paulo. O livro foi organizado por Tiago Santos Almeida (IEA/USP) e traduzido por Francine Iegelski (UFF) e Derley Menezes Alves (IFS). Kaori Kodama (Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz) escreveu a quarta-capa.

“Daston é um dos nomes mais influentes e renovadores da recente história das ciências”, afirma Kaori Kodama. Ela explica que Daston cria uma abordagem histórica ao mesmo tempo conceitual, concreta e sensível através de assuntos muito diversos, tais como a probabilidade, os experimentos científicos, a objetividade, os próprios objetos e até monstros – que incluíam desde pessoas com ditas anomalias até seres não conhecidos, como cobras com duas cabeças. Neste procedimento, a autora busca compreender como se reconfiguram no tempo ciência, cultura e arte, nelas implicando a constante reformulação do campo moral e da subjetividade.

De acordo com Kodama, a objetividade científica – um dos pilares da ciência moderna – foi considerada eterna e pouco problematizada por historiadores, uma vez que se pressupôs que o assunto estaria recortado dentro de uma epistemologia eminentemente a-histórica.

“É através de um programa de epistemologia histórica, defendido por Daston, que ela fecunda suas análises. Como ela afirma, a objetividade nas ciências tem uma história, e ela não é linear. Esta objetividade foi de par com a construção de uma maneira de valorar certas virtudes epistêmicas, que conformaram ao mesmo tempo um modo de conhecer científico”, afirma na quarta capa.

O livro inaugura a coleção Epistemologia Histórica, dirigida por Tiago Santos Almeida, do Grupo de Pesquisa Khronos: História da Ciência, Epistemologia e Medicina – IEA/USP. O simpósio será transmitido ao vivo pela internet e a programação completa está disponível no site do IEA/USP.

O livro pode ser adquirido pelo site da Editora LiberArs.

Leia a apresentação do livro no último Boletim da SBHC.

Sobre objetividade científica, leia em HCS-Manguinhos:

Sanjad, Nelson. Exposições internacionais: uma abordagem historiográfica a partir da América Latina. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Set 2017, vol.24, no.3, p.785-826

Knight, Alan. Minhas experiências como editor e autor de revistas de história (com referência particular a Past & Present). Hist. cienc. saude-Manguinhos, Dez 2016, vol.23, no.4, p.1229-1237.

Losada, Janaina Zito. Historiografia brasileira e meio ambiente: as contribuições de Sérgio Buarque de Holanda e o debate contemporâneo da história ambiental. Hist. cienc. saude-Manguinhos, Set 2016, vol.23, no.3, p.653-668.

Leave a Reply