A cesariana como parto ‘normal’

Maio/2016

cesariana_rezendeMais de a metade dos partos hoje no Brasil é feita por cesariana, o que se deve, em grande parte, à “normalização” dessa prática principalmente a partir dos anos 1970, com a difusão de um estilo de pensamento sistematizado pelo médico Jorge de Rezende no seu livro Obstetrícia – um clássico da obstetrícia brasileira muito usado na formação de profissionais.

No artigo “Cesárea, aperfeiçoando a técnica e normatizando a prática: uma análise do livro Obstetrícia, de Jorge de Rezende”, Andreza Rodrigues Nakano, Claudia Bonan e Luiz Antônio Teixeira analisam o capítulo “Operação cesariana” de três edições do livro e discutem a apropriação e o desenvolvimento das técnicas de cesariana pelos médicos no Brasil no século XX. O artigo está publicado neste número de HCS-Manguinhos, que trata de biomedicalização.

Ao longo de suas edições, o livro amplia o escopo da cesárea e apresenta-a como uma técnica potencialmente universalizável, não somente um recurso para as emergências obstétricas, como uma prática mais vantajosa do que o parto vaginal em inúmeras situações. Segundo os autores, a escola de Rezende vem moldando a formação e as práticas dos obstetras brasileiros, assim como percepções e aspirações coletivas mais gerais em torno do parto e do nascimento, parecendo se impor como norma.

“A cesárea, como um parto ‘normal’, manifesta normas que excluem a imprevisibilidade, o descontrole, o caos e os perigos associados à fisiologia do parto e atende a exigência de controle, disciplinamento e segurança, atributos associados às práticas técnicas e tecnológicas da biomedicina”, afirmam.

Para os autores, os textos de Rezende podem ser lidos como uma narrativa sobre as transformações do cenário do parto: seus ambientes, atores, objetos, tempos, rituais e modos de proceder. “O parto vaginal parece estar deslocado nesse cenário, representando uma antítese dos novos atributos da forma adequada de parir”, observam.

Leia em HCS-Manguinhos:

Cesárea, aperfeiçoando a técnica e normatizando a prática: uma análise do livro Obstetrícia, de Jorge de Rezende. Nakano, Andreza Rodrigues; Bonan, Claudia; Teixeira, Luiz Antônio. Mar 2016, vol.23, no.1

cesarea_1500

Imagem da homepage e Facebook: Esculápio é retirado do ventre de sua mãe Corônis por Apolo. Xilogravura de 1549 de Alessandro Benedetti.

Leia também em HCS-Manguinhos:

A dinâmica hospitalar da Maternidade Dr. João Moreira, em Fortaleza, nas primeiras décadas do século XX. Medeiros, Aline da Silva. Set 2013, vol.20, no.3

Parirás sin dolor: poder médico, género y política en las nuevas formas de atención del parto en la Argentina (1960-1980). Felitti, Karina. Dic 2011, vol.18, suppl.1

Protagonistas, saberes e práticas da história do parto e da maternidade no Chile. Martins, Ana Paula Vosne. Dez 2009, vol.16, no.4

Direitos femininos no Brasil: um enfoque na saúde materna. Leite, Ana Cristina da Nóbrega Marinho Torres and Paes, Neir Antunes. Set 2009, vol.16, no.3

Mulheres, imprensa e higiene: a medicalização do parto na Bahia (1910-1927). Amaral, Marivaldo Cruz do. Dez 2008, vol.15, no.4

Assistência ao nascimento na Bahia oitocentista. Barreto, Maria Renilda Nery. Dez 2008, vol.15, no.4

Leia no blog de HCS-Manguinhos:

A medicalização dos corpos brasileiros na nova edição de HCS-Manguinhos
A violência cotidiana sobre o corpo da mulher é um dos temas do número editado por Ilana Löwy e Emilia Sanabria

Ministério da Saúde lança protocolo com diretrizes para parto cesariana
Objetivo é diminuir o número de cesarianas desnecessárias, uma vez que o procedimento, quando não indicado corretamente, pode resultar em morte materna e infantil

Veja também:

A história do nascimento (parte 1): cesariana, Parente RCM, Moraes Filho OB , Rezende Filho J , Bottino NG, Piragibe P, Lima DT, Gomes DO, Femina, vol 38, nº 9, set/2010

Projeto Parto Adequado
A Agência Nacional de Saúde Suplementar, o Hospital Israelita Albert Einstein e o Institute for Healthcare Improvement desenvolvem o Projeto Parto Adequado, que tem o apoio do Ministério da Saúde. A iniciativa busca identificar modelos inovadores e viáveis de atenção ao parto e nascimento que valorizem o parto normal e reduzam o percentual de cesarianas desnecessárias na saúde suplementar.

Como citar este post:
A cesariana como parto ‘normal’. Blog de HCS-Manguinhos. [viewed 10 May 2016]. Available from: http://www.revistahcsm.coc.fiocruz.br/a-cesariana-como-parto-normal/
 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *