A aposta pela vida: resenha discute obra de Enrique Leff sobre sociologia ambiental

A busca pelas causas epistemológicas da crise ambiental é o mote central do livro A aposta pela vida: imaginação sociológica e imaginários sociais nos territórios ambientais do Sul, do sociólogo Enrique Leff, professor da Universidade Autônoma do México.

Considerado um dos principais nomes da sociologia ambiental latino-americana, Leff trabalha com problemas relacionados à construção do conhecimento e com os desafios da interface entre ambiente e desenvolvimento. Para questionar os pressupostos da razão tecnoeconômica e da capitalização da natureza, ele propõe a sociologia ambiental crítica, argumentando que a imaginação sociológica pode contribuir para a construção de sociedades “realmente” sustentáveis – por serem baseadas nos imaginários sociais dos povos da terra.

Lançada no Brasil pela Editora Vozes em 2016, a obra, que resulta de ideias debatidas em congressos na América Latina, é discutida por Leo Peixoto Rodrigues, Rafael Braz e Camila Prates, da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), em resenha na seção Livros & Redes de HCS-Manguinhos (vol.24, n.4, out./dez. 2017).

Leia em HCS-Manguinhos:

Repensando a “aposta pela vida”: para uma sociologia ambiental no século XXI, resenha de Leo Peixoto Rodrigues, Rafael Braz e Camila Prates (vol.24, n.4, out./dez. 2017)

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *