21 de março: Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial

Março/2016

Foto de Dominic Chavez/Banco Mundial

Foto de Dominic Chavez/Banco Mundial

A discriminação racial divide e mata. Ela impede a paz entre os Estados e ameaça a coesão social dentro de sociedades cada vez mais diversas. Ideólogos sectários se baseiam no ódio ao outro para levar a cabo a limpeza étnica e cultural em larga escala. A escravidão com base na raça e na religião persiste e está aumentando em muitos países em todo o mundo. A crise histórica dos refugiados serve de pretexto para fomentar preconceitos e a rejeição dos outros. Mais do que nunca, precisamos redobrar esforços em âmbito mundial para construir as defesas contra o racismo e a intolerância na mente de cada indivíduo e dentro das instituições.” Trecho da mensagem de Irina Bokova, diretora-geral da Unesco, para o Dia Internacional para a Eliminação da Discriminação Racial, 21 de março de 2016. Leia em português ou em outras línguas.

Leia em HCS-Manguinhos o dossiê Raça, Genética, Identidades e Saúde (ago 2005, vol.12, no.2):

Tempos de racialização: o caso da ‘saúde da população negra’ no Brasil. Maio, Marcos Chor and Monteiro, Simone. Ago 2005, vol.12, no.2

Raça, genética & hipertensão: nova genética ou velha eugenia?Josué, Laguardia. Ago 2005, vol.12, no.2

Razões para banir o conceito de raça da medicina brasileiraPena, Sérgio D. J. Ago 2005, vol.12, no.2

O significado da anemia falciforme no contexto da ‘política racial’ do governo brasileiro 1995-2004Fry, Peter H. Ago 2005, vol.12, no.2

Natureza humana criada em laboratório: biologização e genetização do parentesco nas novas tecnologias reprodutivasLuna, Naara

Antropologia, raça e os dilemas das identidades na era da genômicaSantos, Ricardo Ventura; Maio, Marcos Chor

Sobre racismo, leia também em HCS-Manguinhos:

Entre o exame do corpo infantil e a conformação da norma racial: aspectos da atuação da Inspeção Médica Escolar em São PauloRocha, Heloísa Helena Pimenta. Abr 2015, vol.22, no.2

Um Brasil melhor, Lesser, Jeffrey. Mar 2014, vol.21, no.1

Ciência, estética e raça: observando imagens e textos no periódico O Brasil Médico , 1928-1945Silva, Eliana Gesteira da and Fonseca, Alexandre Brasil. Nov 2013, vol.20, supl.1

O cientificismo das teorias raciais em O cortiço e Canaã. Tamano, Luana Tieko Omena et al. Set 2011, vol.18, no.3

Dilemas de uma etnografia da classificação racial em espaços institucionais. Cecchetto, Fátima. Mar 2011, vol.18, no.1

Charbel Physical anthropology and the description of the ‘savage’ in the Brazilian Anthropological Exhibition of 1882. Sánchez Arteaga, Juanma and Niño El-Hani. June 2010, vol.17, no.2

Arthur Neiva e a ‘questão nacional’ nos anos 1910 e 1920Souza, Vanderlei Sebastião de. Jul 2009, vol.16, supl.1

Do racismo clássico ao neo-racismo politicamento correto: a persistência de um erroLewgoy, Bernardo. Jun 2006, vol.13, no.2

Política social e racismo como desafios para historiadores da educaçãoFreitas, Marcos Cezar de. Dez 2004, vol.11, no.3

Ciência e racismo: uma leitura crítica de Raça e assimilação em Oliveira ViannaRamos, Jair de Souza. Ago 2003, vol.10, no.2

“De pequenino é que se torce o pepino”: a infância nos programas eugênicos da Liga Brasileira de Higiene MentalReis, José Roberto Franco. Jun 2000, vol.7, no.1

O Brasil no concerto das nações: a luta contra o racismo nos primórdios da UnescoMaio, Marcos Chor. Out 1998, vol.5, no.2

Maio, Marcos Chor and Santos, Ricardo Ventura O espetáculo das raças: cientistas, instituições e questão racial no Brasil, 1870-1930. Out 1994, vol.1, no.1

 

Leave a Reply