Pavilhão Mourisco: ecletismo no Rio de Janeiro

Artigo de Renato da Gama-Rosa Costa e Inês El-Jaick Andrade, do Programa de Pós-graduação em Preservação e Gestão do Patrimônio Cultural das Ciências e da Saúde da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz, conta a história do projeto do Pavilhão Mourisco, edifício-sede e símbolo da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro

Doutores pela Casa de Oswaldo Cruz vencem Prêmio Oswaldo Cruz de Teses em Ciências Sociais e Humanas

Rachel de Almeida Viana recebeu o primeiro lugar na área de Ciências Humanas e Sociais, e Christiane de Roode Torres e Denis Guedes Jogas Junior menções honrosas

Uma história heterogênea

O historiador Diego Galeano, professor da PUC-Rio, expõe críticas inerentes ao campo da história global, apresenta os principais temas de pesquisa e autores da área e destaca os arquivos digitais que podem ser utilizados na pesquisa.

30 anos do SUS: leituras para reflexão

Veja o que o Blog e a revista HCS-Manguinhos já publicaram sobre o Sistema Único de Saúde brasileiro

Travestis e transexuais em revistas médicas argentinas nos anos 1970

Artigo de Anahí Farji Neer aborda discursos médicos sobre modificação corporal entre 1971 e 1982

A saúde na China no século XXI

Adriana Ilha da Silva, professora do Departamento de Serviço Social da Ufes, analisa as perspectivas históricas das reformas nos sistemas dos cuidados de saúde na China de Deng Xiaoping a Hu Jintao

Flagrantes da construção de um castelo da ciência

Aline Lopes de Lacerda reflete sobre as relações entre cultura fotográfica e a vida institucional da Fiocruz por meio das obras do Pavilhão Mourisco

Artigo discute controle de óbitos e organização social da morte no Brasil

Em artigo em HCS-Manguinhos, Oscar Palma Lima e Alexandre de Pádua Carrieri debatem como os modelos de registro civil influenciam o modo como percebemos a morte

Darwinismos na pandemia e no tempo histórico

Live no canal do MAST no YouTube contará com a participação dos professores Robert Wegner (COC/Fiocruz-RJ) e Antonello La Vergata (Universidade de Módena e Reggio Emilia, Itália)

Trajetórias de pesquisadoras com foco em humanização do parto são analisadas em pesquisa qualitativa

Embasadas no referencial teórico foucaultiano, Ana Maria Bourguignon, doutoranda do Programa de Pós-graduação em Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Estadual de Ponta Grossa, e Marcia Grisotti, coordenadora do Núcleo de Ecologia Humana e Sociologia da Saúde da Universidade Federal de Santa Catarina, buscaram identificar as posições ocupadas pelas pesquisadoras no discurso em prol da humanização do parto