Maria Amélia Dantes destaca a iniciativa de HCS-Manguinhos de difundir as pesquisas feitas fora do eixo Rio-SP

Professora sênior do Departamento de História da FFLCH da USP afirma que a revista contribuiu para o fortalecimento e a profissionalização da área de história das ciências no Brasil

Regina Horta Duarte: ‘HCS-Manguinhos se mantém como a melhor revista da área de história no Brasil’

Para a professora da UFMG, a revista teve papel pioneiro no aprimoramento de procedimentos de julgamento entre pares e de excelência de edição

Bruno Leal: ‘A Manguinhos é uma joia dentre as publicações no campo da História’

Editor do Cafe História destaca o trânsito interdisciplinar e o trabalho competente da equipe de HCS-Manguinhos

História, Ciências, Saúde – Manguinhos: 25+

Em julho de 2019, a revista completa 25 anos. Leia a carta dos editores-científicos Marcos Cueto e André Felipe Cândido da Silva para a edição comemorativa

Conhecimento transnacional na guerra fria: o caso das ciências médicas e da vida

Ana Barahona, professora do Departmento de Biologia Evolucionária da Universidad Nacional Autónoma de Mexico, apresenta dossiê temático sobre o desenvolvimento do trabalho científico nas ciências da saúde durante a Guerra Fria em países industrializados e em desenvolvimento

Instituto Vital Brazil completa 100 anos

Pioneiro na produção de soros para picadas de animais peçonhentos e responsável pela entrada da vacina BCG no país, o instituto já produziu mais de 2,4 bilhões de unidades de soros, vacinas e medicamentos

Akira Homma: classificação máxima graças à excelência das publicações

O renomado epidemiologista da Fiocruz destaca a pontuação mais alta de HCS-Manguinhos no sistema Qualis-Capes (A1)

Marcos Cueto é eleito correspondente da Academia Internacional de História das Ciências

Editor-científico da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos, o historiador é pesquisador da Casa de Oswaldo Cruz (COC/Fiocruz) e professor do Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde (PPGHCS) da COC.

Dramaturgia e transgênicos: no palco, a CTNBio

Artigo apresenta a CTNBio – órgão que concentra as competências de regulação de organismos geneticamente modificados no Brasil – como um palco teatral, onde peritos realizam performances, representando diferentes papéis

A ciência em sua dimensão social: os 110 anos da descoberta da doença de Chagas

Historiadora e pesquisadora da COC/Fiocruz, Simone Kropf aponta como a história da doença de Chagas (e de seu reconhecimento como fato médico e problema de saúde pública) é um caso exemplar das relações entre ciência e sociedade. Entrevista a Cristiane d’Avila publicada no Café História